Atualizado em: 14 maio 2013

Mudanças na Libertadores 2014: Diminuição de Clubes por País

O novo Presidente da Commebol já pensa em mudanças para as próximas edições eda Libertadores da América, onde quer reduzir o numero de clubes em sua fase de grupos
Você Sabia?
Que esta competição surgiu em 1929, quando os dirigentes do Nacional de Montevidéu, Roberto Espil e José Usera Bermudez, idealizaram um torneio do qual tomariam parte as equipes que fossem as campeãs nacionais de cada um dos países do continente sul-americano.
libertadores-300x173

Taça Libertadores da América, cujo nome oficial atual é Copa Bridgestone Libertadores

Com a mudança da presidência da Conmebol depois da renúncia de Nicolás Leoz, que era grande suspeito de corrupção é possível que aconteçam uma série de alterações nas fórmulas de disputa da Copa Libertadores que deve acontecer em 2014.

De acordo com uma série de publicações sobre o assunto o uruguaio Eugenio Figueredo tem interesse em reduzir de forma drástica o número de participantes nesta edição do torneio, e deverá ser assim nos próximos anos.

publicidade:

Polêmicas

De acordo com o novo presidente, grande parte do quadro de árbitros da chamada Conmebol não são o suficiente qualificados para que tenham um padrão nas mais de 138 partidas desta competição, isto forçaria consideravelmente a diminuição dos times da Libertadores. A proposta do novo presidente é que os moldes das fases preliminares da Copa Sul Americana venham a enfrentar adversários de um mesmo país, fazendo com que finalize o processo com apenas o melhor de cada estado o que aperfeiçoaria o processo.

O novo presidente citou também que seria interessante criar um produto que fosse considerado muito mais competitivo e que se pagasse mais por isso. Que existe uma necessidade de uma série de equipes que possam se eliminar no seu país de origem, sobrando os melhores, ou os dois melhores de cada país eles iriam duelar, e não três ou cinco como acontecia anteriormente.

Por que ocorreu esta mudança

Com o grande aumento de competições, a entidade criou uma série de mecanismos para que pudesse evitar as decisões com clubes de uma mesmo país por exemplo. Como aconteceu nas finais de São Paulo x Atlético-PR (2005) e Internacional x São Paulo (2006), nestes anos o regulamento forçou que houvesse um duelo entre times de um mesmo país, e este não é o objetivo da libertadores. Outra alteração interessante foi a mudança do gol marcado fora de casa que é um desempate, exceto para a final dos campeonatos.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook