Atualizado em: 2 abril 2012

Mergulho profissional: principais técnicas

Nesse post, nós separamos algumas informações sobre o mergulho e as principais técnicas usadas pelos profissionais.
Você Sabia?
Na antiguidade, o uso do mergulho profissional já era contado por grandes pensadores da época, como o historiador grego Heródoto, que relatou que o imperador Xerxes havia organizado expedições para buscar nas profundezas do oceano os tesouros persas submersos.
Mergulho profissional: principais técnicas (2)

Para pode realizar todas as funções, é necessário que a pessoa que trabalha com o mergulho profissional precisa ter conhecimento de algumas técnicas.

Na última década, a maioria da população mundial está ficando mais consciente a respeito de se manter saudável para evitar doenças no futuro. Por conta disso, muitos brasileiros estão tentando aliar ao mesmo tempo uma atividade física com o seu trabalho. Um dos casos que vem acontecendo com mais frequência no Brasil é o aparecimento de muitas pessoas querendo fazer mergulho profissional Se você ficou interessado em saber mais sobre esse assunto, nós separamos algumas informações sobre essa prática e as principais técnicas usadas.

Sobre o mergulho profissional

Segundo as informações divulgadas em diversos veículos de comunicação, a pessoa que faz mergulho profissional pode estar inserido em três modalidades: mergulho livre (o profissional não utiliza aparelhos para a respiração), mergulho autônomo (o profissional carrega com ele os aparelhos para respiração) e o mergulho dependente (o profissional tem um suprimento de ar na superfície).

publicidade:

Principais técnicas

Apesar da diferença em cada modalidade, todas as divisões do mergulho profissional possuem algumas técnicas que devem ser passadas por profissionais capacitados. Se você tem interesse em saber mais sobre as técnicas, nós separamos as principais nesse post:

  • Entrada e saída da água: independente da modalidade de mergulho profissional que vai ser praticada, é necessário saber como se deve proceder na hora da entrada e saída da água. Caso ao contrário, poderá ocorrer algum acidente.
  • Apnéia: este termo designa a suspensão voluntária ou involutária da respiração. Depois de aprender essa técnica, que não é considerada fundamental em algumas modalidades, o mergulhador pode ficar um bom tempo sem respirar embaixo da água.
  • Movimentação dentro da água: por estar em um ambiente que a água faz uma força maior, os mergulhadores tem que estar bem treinados quando o assunto é movimentação para não acabar gastando energia e oxigênio sem necessidade.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook