Atualizado em: 7 fevereiro 2012

João Havelange renuncia o cargo no COI

Segundo informações divulgadas para a imprensa, Havelange, que foi acusado de corrupção, decidiu se afastar do comitê alegando problemas de saúde.

Marcando o fim de uma era no esporte, João Havelange renuncia.

Diante de tantas denúncias envolvendo corrupção dentro da Federação Internacional de Futebol (FIFA), João Havelange decidiu nas últimas horas renunciar o seu cargo no Comitê Olímpico Internacional (COI) devido a problemas de saúde. Segundo as opiniões de muitos especialistas, a decisão de sair do COI pode proteger a imagem de João Havelange, que era membro da entidade desde 1963.

Entenda o caso

Logo após o Brasil ser anunciado como país sede da Copa do Mundo de 2014, um jornalista britânico denunciou publicamente que tem provas que comprovam a existência de corrupção dentro da entidade máxima do futebol mundial.  Ainda segundo o jornalista, Ricardo Teixeira, presidente da CBF, e João Havelange, membro do COI, estariam envolvidos em vários esquemas ilícitos, como a venda de votos para a escolha do país sede da Copa do Mundo.

publicidade:

Por causa de tantas denúncias, o Comitê Olímpico Internacional decidiu iniciar uma série de investigações sobre os brasileiros e o vice-presidente da FIFA, o africano Issa Hayatou. No entanto, João Havelange comunicou a sua saída do COI três dias antes da entidade divulgar o seu veredicto sobre o caso. Segundo as regras do comitê, a investigação sobre o Havelange não poderá ser concluída, já que ele renunciou.

Ricardo Teixeira, presidente da CBF, ainda continua sendo investigado pelo comitê. Segunda a BBC, o brasileiro chegou a receber em uma conta secreta em Liechteinstein cerca de US$ 9,5 milhões da empresa ISL.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook