Atualizado em: 25 outubro 2011

Handebol brasileiro em alta no Pan

Com boas atuações, o handebol brasileiro vem ganhando todas as partidas no Pan de Guadalajara. Ontem, a seleção feminina garantiu o ouro e, hoje, diante dos argentinos, os garotos do handebol querem a dobradinha.
Handebol feminino conquista medalha de ouro

Em jogo quente, as meninas do handebol venceram e conquistaram a medalha de ouro. (foto: Jefferson Bernardes/ VIPCOMM)

Diferente da atuação do futebol masculino no Pan de Guadalajara, o handebol brasileiro vai conquistando bons resultados na competição. No domingo (23), a seleção feminina de handebol atropelou as argentinas e conquistou o ouro. No handebol masculino, a final da competição ficou para hoje (24). Frente a frente, brasileiros e argentinos vão se encontrar novamente em busca de mais um ouro no Pan.

A vitória do handebol feminino

Invictas, as meninas do handebol feminino não tomaram conhecimento das adversárias ao longo de toda competição. Na estreia contra os Estados Unidos, a seleção brasileira mostrou ao que veio: uma vitória com 40 gols de diferença. No decorrer da competição, as meninas do handebol foram confirmando o seu bom desempenho.

publicidade:

Na final, as meninas tiveram que ter jogo de cintura para vencer as argentinas. Em um jogo muito brigado e disputado, as brasileiras impuseram o seu jogo e venceram a partida por 33 a 15 e conquistaram a medalha de ouro e a vaga para as Olimpíadas de Londres

Handebol feminino conquista medalha de ouro

Garotas do handebol vibram a cada ponto marcado. (foto: Jefferson Bernades / VIPCOMM)

Dobradinha brasileira?

Com uma campanha parecida com a da seleção feminina, os meninos do handebol masculino querem vencer a Argentina na noite de hoje para conquistar a medalha de ouro e, de quebra, garantir uma vaga para as Olimpíadas de Londres.

Para subir mais uma vez no lugar mais alto do pódio, a seleção masculina aposta na mescla de juventude e experiência. “São várias faixas etárias diferentes dentro da equipe e isso é muito bacana. Há aqueles que estão motivados para conquistar sua primeira medalha [como o ponta-direita Chiuffa, de 22 anos], outros que não querem só uma e buscam a segunda, como é o meu caso, e os mais velhos que, se por algum momento estão pensando em parar de jogar, querem a terceira para fechar com chave de ouro [caso de Jaqson, que estava em Santo Domingo e no Rio]”, disse o central Bruno Santana.

A final entre Brasil e Argentina vai ser realizada no ginásio San Rafael, em Guadalajara. A bola vai começar a rolar a partir das 23h (horário de Brasília).

Handebol enfrenta a Argentina na final

Invictos na competição, handebol masculino quer a dobradinha. (foto: VIPCOMM)

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook