Atualizado em: 30 agosto 2011

Fabiana Murer conquista ouro no mundial de atletismo

Brasileira, atleta de salto com vara, ultrapassa marca de Martina Strutz e pula 4,85cm, garantindo a primeira medalha de ouro do país em um Mundial de Atletismo.

O Brasil só tem cada vez mais motivos para se orgulhar quando o assunto é esporte. Em diversos esportes o nosso país sai na frente, conquistando medalhas e mostrando competência em qualquer categoria. Dessa vez, quem brilhou foi Fabiana Murer, atleta da categoria de salto com vara.

No Mundial de Daegu, na Coreia do Sul, Fabiana Murer conquistou o ouro após pular com a vara em uma altura de 4,85cm. Disputando com atletas excepcionais e que marcavam sempre seu território quando o assunto é Mundial, Fabiana não deixou barato. Ao chegar no local da prova, Fabiana já foi ousada deixando claro que queria brigar pelo ouro. No começo da prova, Fabiana não quis saltar os 4,70cm, optando já por saltar os 4,75cm, escolha certa que ficou clara após o seu salto. Fabiana é uma atleta que mostra extrema concentração e ousadia, qualidades estas que a levaram a primeira medalha de ouro do país em um Mundial de Atletismo.

publicidade:

Pulando alto

Fabiana Murer irá ficar marcada na história do esporte no Brasil, após deixar para trás atletas como a alemã Martina Strutz, que levou o segundo lugar e a medalha de prata, pulando 4,80cm. A brasileira deixou pra trás o grande nome do salto, Svetlana Feofanova, que ficou em terceiro lugar.

A maior disputa foi entre a brasileira e a alemã Martina Strutz. Martina mostrou confiança ao conseguir pular os 4,80cm na primeira tentativa. Já a brasileira, conseguiu pular somente na segunda tentativa, ficando para trás no critério de empate. Com coragem e ousadia, Murer arriscou logo com o sarrafo em 4,85cm. Fabiana mostrou um salto seguro, o que acabou aumentando a pressão sobre a a alemã, que não conseguiu pular a marca da brasileira.

A maior decepção foi da atleta russa Yelena Isinabyeva, que acabou pulando somente 4,65cm. A bicampeã mundial terminou em sexto lugar do Mundial de Daegu sem nenhuma medalha. O mau desempenho da musa se dá pelo ano em que a atleta ficou parada, onde não conseguiu obter o ritmo ideal para voltar a ganhar mundiais e outras competições.

Em depoimento emocionado, Fabiana Murer diz:

“Agora é só felicidade. Eu tive um ano difícil, que não foi como esperava por conta dos meus resultados no começo do ano. Mas eu sempre estive muito determinada para o Mundial e me poupei psicológicamente para isso, sabia que podia fazer um bom resultado e que tinha de passar pelos 4,80m para conseguir a medalha”.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook