Atualizado em: 21 outubro 2011

Jaqueline fala Emocionada sobre o Acidente no Pan

Após sofrer uma lesão na coluna, a ponteira da seleção brasileira feminina de vôlei se mostra confiante em sua recuperação na coletiva de imprensa realizada no hospital. Infelizmente, a atleta não vai poder atuar no restante do Pan pela seleção brasileira.

Após o susto, Jaqueline e Fabi recebe o apoio das jogadoras.

Nesta terça (18), a ponteira Jaqueline recebeu os jornalistas no hospital onde foi atendida para falar durante 16 minutos sobre a sua situação física e sobre o lance que causou o acidente entre ela e a líbero Fabi. Durante alguns momentos da entrevista, a atleta se emocionou e agradeceu os fãs sobre o apoio.

O acidente

Durante o segundo set da partida de estreia do Brasil contra a República Dominicana, Jaqueline tentou salvar uma bola e bateu a cabeça na Fabi. Sem se mover por alguns minutos, a ponteira brasileira foi retirada de maca e foi levada diretamente para o hospital, onde recebeu os cuidados médicos. “Na hora do choque senti algo que nunca tinha sentido na vida. Meu corpo estava dormente e me desesperei porque vi as pessoas preocupadas. Não conseguia sentir meus braços e minhas pernas, mas logo voltou. Com todo o trabalho que foi feito, deu tudo certo. Não me faltou nada e só queria passar para minha família que está tudo bem”, revela a ponteira.

publicidade:

A lesão

Após ser levada para o hospital, a atleta da seleção brasileira foi submetida à realização de exames de tomografia e ressonância magnética. Após a checagem dos resultados, foi constatada uma fratura cervical sem lesão na medula. Segundo João Grangeiro, o chefe médico do COB, a lesão da atleta “segue estável e, apesar da gravidade, não oferece risco à atleta”. O risco da lesão se dá por ser uma fratura na coluna, que dependendo da gravidade pode causar paralisia.

A recuperação

Para voltar a jogar vôlei, Jaqueline, que ficará fora do Pan de Guadalajara e da Copa do Mundo, terá que ficar com o colar cervical durante 4 semanas, em repouso e sem poder fazer qualquer tipo de atividade física. Ainda sem saber quando vai poder voltar para as quadras, a atleta mostra confiança sobre a sua recuperação e sonha voltar as quadras ainda neste ano. “Tenho muita força. Aprendi isso com a minha família desde a infância. Já passamos por dificuldades e vencemos. Vou mostrar de novo que consigo reverter isso. Sou brasileira e não desisto nunca”, disse.

Para dar a volta por cima, a atleta vai se espelhar em outros momentos difíceis pelo qual ela já passou. No Pan do Rio (2007), a ponteira da seleção não pode atuar porque foi pega no exame anti-doping além de acumular uma série de lesões no joelho.

Sem poder contar com a Jaqueline, a seleção feminina brasileira de vôlei venceu Cuba nesta segunda (17) por 3 sets a 1 e conquistou o primeiro lugar no grupo. Por conta do resultado obtido, a equipe comandada pelo treinador José Roberto Guimarães vai entrar direto nas semifinais da competição.

Momentos de tensão na hora de retirada de Jaqueline para o hospital.

Ao ver o lance pela televisão, Murilo, marido da Jaque, disse que levou um susto.

A ponteira jaqueline agradeceu o apoio dos fãs na coletiva

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook