Atualizado em: 12 julho 2012

Corinthians Campeão da Libertadores 2012 - Fotos, Poster e Trajetória

Veja toda trajétoria do Sport Club Corinthians Paulista até o tão sonhado e inedito Titulo da Libertadores da America de forma invicta.
Você Sabia?
Apenas 6 equipes conquistaram a Libertadores invictos. O Peñarol (URU), Santos (BRA), Independiente, Estudiantes e Boca Juniors da Argentina e o Corinthians. O Fato é que todos foram campeões invictos com 6, 7 ou 8 jogos para disputar, sendo que o Timão, disputou 14 jogos. Será difícil alguém bater esta marca!

Corinthians Conquista a América de forma Invicta e histórica, e concretiza maior sonho da Fiel. (Divulgação)

Foram muitos anos de Espera, e o dia 04 de julho entrou para história da nação de “loucos”, pois o Corinthians é Campeão da Libertadores 2012 de forma invicta na competição! Isso mesmo, isso aconteceu pela ultima vez a trinta anos pela Libertadores.

Foram muitos gritos, muito sofrimentos e a cada lagrima você pode ver o quanto valeu a pena esperar tanto tempo para essa tão sonhada conquista. Agora mais de 33 milhões de Corintianos poderão ser ouvidos mais e mais é continuar a ser protagonistas deste momento glorioso para o Timão. Confira abaixo a trajetória do Timão, de ansiedade e emoções até o grito preso da garganta que saiu para fora nesta conquista da América.

publicidade:

Trajetória – Round a Round

Fase de Grupos

1° Round – Deportivo Tachira (VEN)

O Rumo até o titulo não foi fácil, foi do jeito que todo corintiano espera, na raça, emoção do inicio ao fim. A primeira partida do Timão Foi contra o Deportivo Tachira, jogando em sua estreia na Libertadores 2012 fora de casa, na Venezuela.

O jogo estava frio e pegado, até que o Deportivo abriu o placar e aquele medo de outras participações começou a aparecer já na estreia. Mas com garra e sem perder as esperanças, e com um gol salvador de Ralf, o Timão jogando melhor arrancou um empate na Venezuela em 1 a 1.

2° Round – Nacional (PAR)

Em seu segundo jogo, primeiro diante da Nação Alvinegra, o Timão jogou bem compacto, com o ritmo e apoio da torcida conseguiu fazer um belo jogo e mostrar a cara do Campeão Brasileiro. Na Primeira Etapa o timão finalizou muitas vezes ao gol. Até que Alex chutou de fora e o goleirão bateu roupa, e Danilo, com frieza e calma abriu o marcador no Pacaembu.

O Timão voltou atacando na segunda etapa até mesmo para ampliar o resultado, já que a Libertadores prioriza os Saldos dos times. Até que em bela jogada pela direita, Edenílson saiu driblando e cruzou para Jorge Henrique decretar a primeira vitória do Timão na Liberta por 2 a 0 e visar o próximo Jogo.

3° Round – Cruz Azul (MEX)

Um dos jogos mais complicados na Libertadores, já que o Corinthians jogava na Altitude a mais de 3 mil metros no México, e tinha toda a torcida contra. O Cruz Azul veio pra cima mas o Timão não poupou força para marcar forte e tocar bastante a bola. Na Segunda etapa o Corinthians saiu mais pro ataque e começou a melhorar e teve algumas chances para sair do zero no placar. Mas o desgaste devido a altitude foi uma das armas que fez com que o time ficasse na defesa nos últimos minutos e garantisse estre ponto importante fora de casa.

4° Round – Cruz Azul (MEX)

No Inicio dos jogos de volta nas fases de grupos, o Timão Recebeu o Cruz Azul, depois de ter empatado na altitude. Visando a Liderança, o Time do parque São Jorge entrou focado nos pontos, até mesmo para poder passar para a próxima fase.

O Timão Pressionou bastante o time mexicano, que estava firme na defesa, a Fiel não parava de gritar, e motivado por isso o Corinthians aproveitou do excesso no numero de faltas e foi em um cruzamento direto pra área que Danilo colocou a cabeça na bola para fazer o Timão terminar a Noite Líder do Grupo com 8 pontos.

5° Round – Nacional (PAR)

Líder do Grupo, o Timão foi até o Paraguai para enfrentar o Nacional, mas parecia que jogava em casa. Eram mais de 15 mil torcedores fieis que estava no estádio, e viram de perto o Timão levar o Jogo com o placar de 3 a 1, e se classificar para a próxima fase. Danilo deu passe para Jorge Henrique abrir o placar.

Na Segunda Etapa, Edenilson, improvisado na lateral fez linda jogada que sobrou nos pés de Émerson Sheik que passou pelo goleiro antes de fazer o gol. O Time paraguaio ainda diminui com Peralta, mas não tinha ninguém que iria apagar a festa do Corinthians fora de casa. Élton entrou no jogo para deixar o seu e fechar o placar do Timão que havia se classificado por 11 pontos, bastava apenas saber se em 1° ou segundo do Grupo.

6° Round – Deportivo Tachira – (VEN)

O Sexto e ultimo confronto do Timão na fase de Grupos, foi contra o Deportivo Tachira que viu a verdadeira força do Corinthians em casa, e foi atropelado por incríveis 6 a 0, sendo eliminado e deixando o Timão com a melhor campanha em seu Grupo, o segundo de toda Libertadores 2012. No Primeiro Tempo o Timão foi pra cima com tudo, e fez dois gol, um com Danilo e outro de Paulinho.

Na Segunda etapa, o Time Venezuelano não suportou a pressão do Todo Poderoso, até que Jorge Henrique e Sheik ampliaram o Placar para 4 a 0. Liédson entrou e fez o dele de pênalti, assim como Douglas que entrou no finalzinho e decretou a classificação corintiana para a próxima fase da Libertadores de forma invicta e sofrendo apenas um gol!

Oitavas-de-Final

7° Round – Emelec (EQU)

Jogo truncado, e era o primeiro na fase do Mata-a-mata da Libertadores 2012. O Timão sofreu demais com a arbitragem caseira e a forte marcação do time equatoriano. Ambas equipes tiveram chances durante o jogo, até que Jorge Henrique recebeu seu segundo cartão e foi expulso de jogo. Com um a menos o Timão se defendeu e queria levar um empate para São Paulo. Ai apareceu a estrela de Cássio, que em seu primeiro Jogo com a camisa do Timão fez no minimo quatro grandes defesas, fechando a meta Corintiana e claro levando um placar sem gols no Pacaembu.

8° Round – Emelec (EQU)

O Timão conseguiu o empate e tinha que decidir a vaga para a próxima fase em casa. O Corinthians dominou a partida e jogou friamente. Logo aos 7 minutos de jogo, o time do povo abriu o placar com o lateral Fábio Santos. Atacando sempre, o Timão teve chances para ampliar, mas o arqueiro equatoriano salvava o time do Emelec.

Ao iniciar o segundo tempo, o timão veio com objetividade e depois de perder duas oportunidades, Paulinho cabeceou e ampliou para o Timão. Vendo o Corinthians com o resultado na mão, o Emelec veio para cima e deu chance para em um contra-ataque rápido, Alex fazer o terceiro e fechar a conta para o Timão, classificado para quartas de finais. Primeiro grande pário, com time Brasileiro.

Quartas-de-Final

9° Round – Vasco da Gama (BRA)

O Primeiro confronto do Timão com time nacional na fase decisiva da Libertadores. O Adversário da vez, o Campeão de 98 da libertadores, o Vasco. O Timão entrou tranquilo e não ofereceu perigo e jogou nos contra-ataques. Teve chances boas, mas o campo de São Januário estava em péssimas condições. O Vasco precisou fazer o resultado e veio pra cima na segunda etapa, mas a zaga do Timão estava firme com Chicão e Leandro Castán comandando tudo lá trás. Jorge Henrique ainda teve chance de fazer um gol pro Timão, mas Fernando Prass fez uma bela defesa e evitou o Gol. No final o Vasco quase marcou mas Cássio Aliviou o coração da fiel, e o jogo terminou no empate. Ali o goleiro já ganhava nome e força para seu próximo jogo, aqui no Pacaembu.

10° Round – Vasco da Gama (BRA)

O Jogo foi eletrizante! As duas equipes vieram para decidir e focados a passarem para a próxima fase. O Primeiro tempo foi equilibrado e o Timão criou as melhores chances para marcar.

O Segundo tempo, foi o tudo ou nada, e o Vasco teve a melhor oportunidade de acabar com o sonho do Corinthians em conquistar a América. Alessandro tocou a bola errado e Diego Souza saiu cara a cara com o Goleirão Cássio, que não se mexeu do lugar até o atacante escolher o que ia fazer. Diego chutou no cantinho, e Cássio com as pontas dos dedos viu a bola correr lentamente ao triscar no pé da trave e a Fiel torcida gritar e comemorar aquilo como um Gol! Aquilo foi o combustível para o Timão emplacar e aos 43 minutos do Segundo tempo, em uma jogada de escanteio, Paulinho cabecear e colocar a bola na rede pra delírio de mais de 33 milhões de loucos espalhados, e ver o Timão chegar a semi-final da Libertadores do jeito que o povo gosta, sofrido e na raça.

Semi-final

11° Round – Santos (BRA)

O jogo em que o Timão mostrou mais a sua força, jogando em plena Vila Belmiro, palco de grandes glórias Santistas, e de forma heroica o Corinthians conquistou a vitoria pelo placar minimo de 1 a 0. Essa nem mesmo o Rei Pelé esperava. O Timão simplesmente realizou o que todos achavam impossível, ganhar do Santos na Vila em um jogo decisivo. O Timão tomou toda a iniciativa e veio ao ataque criando otimas oportunidades, até que em troca de passe Paulinho tocou lentamente para Sheik que simplesmente parou a bola com categoria, levantou a cabeça e mandou a bola no angulo, sem chances para o Goleiro Rafael. Golaço! Depois do Gol o Corinthians se defendeu, uma das suas forças no Campeonato, e ainda teve Émerson Expulso, pelo segundo cartão amarelo. Ele estava fora do jogo de volta em São Paulo, mas seu grito ainda chegaria, o sonho corintiano ganhava forças!

12° Round – Santos (BRA)

O jogo era de vida ou morte para ambas equipes que decidiria quem iria chegar a final. O primeiro Tempo tivemos uma certa surpresa, o Corinthians jogando em casa teve uma postura bem defensiva, esperando o Santos e contra-atacando. O Timão não suportou a pressão e acabou tomando um gol do Santos no Final do Primeiro Tempo, com Neymar, que até então não havia aparecido no jogo. no vestiário a coisa deve ter mexido com o sentimento dos jogadores, pois no inicio da primeira etapa o Timão veio para cima, e em uma jogada aérea, a Bola Sobrou pra Danilo que dominou e marcou o de Empate! A Torcida vibrou, e o Pacaembu ecoava em uma só voz: “Raça Timão, Você é Tradição”.

O Timão prendia a posse de bola e administrou o placar até o final. Estávamos na Final de Libertadores, a primeira final e ainda de forma invicta! O Adversário, seria o Boca Juniors, especialista em vencer a libertadores.

Final

13° Round – Boca Juniors (ARG)

Primeira Partida da Decisão! O Timão pegou o Boca Juniors com o La Bombonera lotado. O Boca pressionava e o Timão se defendia, e até teve uma oportunidade no chute de Paulinho, onde Órion fez uma bela defesa. O Primeiro tempo havia terminado em 0 a 0. O Timão voltou mais recuado na segunda etapa e foi pressionado pelo boca que em levantamento de Escanteio, o Zagueirão Rocaglia marcou. Mas nada estava perdido, o Corinthians equilibrou o jogo depois do Gol, e Tite decidiu mexer no time. Tirou Danilo, até então o Jogador mais decisivo do Timão nos últimos jogos para colocar a jovem promessa, Romarinho. Émerson recebeu a Bola, girou sobre o marcador e deixou Romarinho na cara do Gol para tocar por cima do Goleiro e calar o Estadio com 45 mil Argentinos. Festa Corintiana!!! O Timão tira um empate histórico do Boca em Buenos Aires e iria decidir no jogo mais importante de sua história e melhor, no PACAEMBU!

Final Round – Boca Juniors (BRA)

O Brasil parou para ver, Corintianos ou não estavam ali torcendo contra ou a favor, para ver quem iria levar a melhor e conquistar a América. O Primeiro tempo foi bem equilibrado, o Timão encontrou boas chances, enquanto o Boca se defendia e levava o jogo na velha “catimba” argentina, pra ganhar tempo e decidir o jogo nas penalidades. O jogo terminou sem gols na primeira etapa! Voltando mais tranquilo, o Timão conseguiu decidir. E já aos 8 minutos da segunda etapa, em uma bola levantada na área, Jorge Henrique escora, Danilo toca com o calcanhar para Émerson aparecer Livre e Abrir a Boca de mais de 33 milhões de “Loucos”! O Timão estava vencendo e o sonho, se tornaria real. O Timão não recuou, e dominava plenamente a partida, exigindo com que o Time Argentino saísse pro jogo. E Foi durante uma pressão que o Zagueiro Argentino tocou errado nos pés de Émerson, que com uma velocidade monstruosa deixou o zagueiro para trás, e colocando a bola no cantinho do Goleiro. Gol do Time do Povo! A Torcida parecia não acreditar! O Delírio tomou conta do Pacaembu e em diversos pontos do mundo a fora, onde Corintianos viam um feito histórico.

O Juiz Apita o fim de Jogo! E SIM! Enfim a espera valeu a pena e o grito da garganta prevaleceu. Somos Campeões da Libertadores, e como não bastasse de forma invicta! A Conquista que faltava para coroar e levantar todos os esforços daqueles que sonhavam com aquele dia. Essa foi uma conquista de todos, Guerreiros, maloqueiros e sofredores! Cada um de nós fizemos parte desta historia Centenária, de um time que ninguém dava nada, e conquistou TUDO! Grite torcedor Corintiano, a América é nossa! Que Venha o Chelsea no Mundial. O Corinthians joga contra tudo e contra Todos, o Corinthians é sempre Corinthians.

Poster de Campeão!

Confira ainda:

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook