Atualizado em: 3 setembro 2010

Franquia Giraffas


Trata-se da quarta maior rede de produtos alimentícios do Brasil.

A Giraffas é uma rede de lanchonetes que chegou ao Brasil para enfrentar gigantes como o Mc`Donalds e o Bob´s. e tem feito bonito na economia do país, gerando emprego, renda e uma boa lucratividade para quem apostou no Brasil como um bom centro de negócios.

publicidade:

Franquias e Negócios

A prova de que o Giraffas chegou para ficar no mercado brasileiro foi que, este ano de 2010, somente nos primeiros três meses registrou um crescimento na fatura em cerca de 30% em relação ao mesmo período de 2009.

Esta lucratividade é sempre crescente no Giraffas, uma vez que em 2008, a rede obteve um crescimento de 25% no seu faturamento em relação a 2006, 50% superior à média do setor de franquias de alimentação no mesmo período.

Traduzindo isto em números significa que a rede Giraffas faturou agora em 20101 em torno de R$ 279 milhões.

Nada mal ter uma franquia dessas não é?

Quem apostou em investir numa franquia Giraffas não tem se arrependido.

Até 2010, são 270 unidades distribuídas por 15 estados e Distrito Federal. O objetivo da empresa  é chegar até 300 unidades.

As primeiras franquias no Brasil foram montadas nos estados do Rio Grande do Sul, Piauí, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Ceará e Rondônia.

E para chegar a 300 unidades, a rede pretende investir e muito, algo em torno de R$ 16,5 milhões somente em inaugurações.

A meta é não apenas vender muito como também firmar a marca em todo o país.

Quem deseja ter uma franquia do Giraffas pode começar firmando uma parceria com a Caixa Econômica Federal, que oferece uma linha de financiamento de 50% do valor necessário para a abertura de uma franquia.

O banco ainda dá toda a atenção precisa ao novo franqueado que terá a vantagem de ter 2 anos para pagar o empréstimo e até seis meses de carência para cumprir com o empréstimo necessário para montar a franquia.

Ser empreendedor é investir em uma unidade Giraffas, a rede de lanches que mais cresce no Brasil.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook