Atualizado em: 12 julho 2011

Novo Acordo Ortográfico – Trema

O Novo Acordo Ortográfico trouxe mudanças em nossa Língua Portuguesa e o prazo para que elas passem a vigorar definitivamente está terminando. Vamos nos atualizar.

O Novo Acordo Ortográfico deverá ser adotado por todos após 31 de Dezembro de 2012, mas os documentos do Governo e muitos jornais e emissoras de televisão já seguem as diretrizes do novo acordo, além disso, como as duas formas, a antiga e nova, são consideradas válidas até a data limite, concursos e vestibulares podem optar por uma ou outra, por isso é importante começar a se atualizar.

publicidade:

No artigo publicado em 07 de agosto de 2009, denominado Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa 2009 – Alfabeto, o sempretops publicou as novidades sobre a mudança em nosso alfabeto, que passou de 23 letras para 26. No artigo “Novo Acordo Ortográfico – Histórico e Objetivos” falamos sobre as motivações e objetivos do novo acordo e agora vamos tratar sobre a mudança do trema.

De acordo com o antigo acordo ortográfico, o trema era utilizado sobre a letra “u” para sinalizar sua pronuncia em palavras que continham as seguintes sílabas: que, qui, gue e gui.  Após as mudanças na ortografia o trema não será mais utilizado em nenhuma palavra, exceto em casos de nomes próprios e seus derivativos, como o nome próprio Müller e seu adjetivo, mülleriano. Nesses casos a grafia do nome deverá ser mantida conforme a original, independente de trema ou não.

Com as novas alterações, as seguintes palavras serão grafadas sem o trema:

Aguentar / Arguir / Bilíngue / Cinquenta / Ensanguentado / Delinquente / Linguiça / Sagui

 

O único atual problema é em relação ao pacote Office de 2007 que ainda não está atualizado e, portanto, será necessário ignorar aquele sublinhado vermelho e brigar com o programa quando ele corrigir automaticamente uma das palavras, caso você já queira utilizar as novas regras.

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook