Atualizado em: 21 agosto 2012

Guerra Fria: História, Resumo e Conclusão

Guerra fria aconteceu há algumas décadas atrás, onde o confronto foi por dois gigantes, um confronto entre a América do Sul e Europa.
Você Sabia?
Que a Guerra Fria teve o seu início logo após a Segunda Guerra Mundial, onde o confronto foram entre Estados Unidos e a União Soviética que queriam disputar a hegemonia política, econômica e militar no mundo.

A luta entre dois gigantes na Guerra Fria.

A tensão entre o capitalismo norte-americano e os ideais socialistas sempre existiu, mas o período que marcou definitivamente esse conflito foi a chamada Guerra Fria, geralmente datada entre 1947 e 1991.

Essa foi uma época de medo e ansiedade no mundo inteiro, em que a estabilidade política e militar era sustentada por uma fina linha, num embate velado entre duas potências.

publicidade:

Estados Unidos x União Soviética

De um lado estava o mundo ocidental, liderado pelos Estados Unidos da América e seus aliados. De outro, os ideais comunistas, representados pela União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, seus estados satélites e alguns simpatizantes. O conflito se iniciou logo após a Segunda Guerra Mundial, quando os soviéticos se negaram a participar do Plano Marshall – que se propunha a recuperar a Europa pós-guerra – e criaram um bloco econômico oriental.

Para combater a expansão do poder comunista no mundo, os norte-americanos fizeram alianças militares, pela chamada Doutrina Truman, com diversos países europeus, muitos dos quais tinham dívidas a pagar por conta dos empréstimos para a reconstrução do que havia sido destruído.

Por seu lado, a União Soviética estabeleceu o Pacto de Warsaw, reunindo nações aliadas que compartilhavam de suas ideologias. Alguns países, que podiam se dar ao luxo de permanecer neutros, formaram um bloco não alinhado a nenhuma das potências.

Batalha sem Armas

A Guerra Fria foi assim chamada por nunca ter causado ações militares diretas, já que ambos os lados possuíam armas nucleares e seu uso provavelmente garantiria a destruição dos dois países. Ciclos de relativa calma eram seguidos por períodos de grande tensão, que poderiam facilmente ter levado a uma Terceira Guerra Mundial.

Contudo, ao invés de se enfrentarem em batalhas armadas, norte-americanos e soviéticos patrocinavam revoluções em países aliados, por meio dos quais se embatiam indiretamente, faziam coalisões militares, espionagem, campanhas de propaganda massivas, rivalidades em competições esportivas, além das competições bélicas e tecnológicas que posteriormente levariam à Corrida Espacial.

Fim da Guerra Fria

Nos anos 80, os Estados Unidos passaram a aumentar as pressões diplomáticas, militares e econômicas às nações comunistas, que já sofriam pela estagnação em sua economia. O Presidente Mikhail Gorbachev começou as reformas liberalistas na União Soviética ao final dessa década, introduzindo a perestroika (reconstrução) e a glasnost (abertura política). Isso culminou no fim do bloco socialista, em 1991, deixando os Estados Unidos como potência dominante no mundo.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook