Atualizado em: 21 agosto 2013

Como não ter filhos mimados

Hoje em dia a melhor maneira de evitar criar filhos mimados é impor limites e regras claras adequadas à idade de desenvolvimento de cada um
Você Sabia?
Que com o fim do Estado Novo, surgiu a Constituição de 1946 e que trouxe dispositivos dirigidos à educação, como a gratuidade para o Ensino Primário
images (3)

Para um pai mimado, a vontade do filho não precisa ter limites.

Um dos problemas mais comuns entre as famílias é a existência de filhos mimados. Os filhos são nada mais nada menos do que os espelhos dos pais. Eles fazem o que veem os pais fazerem, eles reproduzem o que ouvem e levam adiante os princípios que os pais expõem a eles. Muitas vezes concertar isso pode não ser possível, então a melhor coisa que se tem a fazer é a prevenção.

Para isso, os pais devem educar seus filhos da melhor maneira possível, sem ser rígidos ou liberais demais. Neste artigo você irá conferir as causas que tornam os filhos mimados e dicas de como não deixá-los assim. Siga algumas dicas e regre seu filho de acordo com seus princípios.

publicidade:

Erros mais Comuns

Muitas vezes os pais acham que estão fazendo o certo em dar presentes aos filhos, lhes permitirem mais horas em frente ao computador, dar o que eles pedem de imediato e sem nenhum merecimento, etc. Acontece que essas atitudes é que tornam os filhos ainda mais mimados. A falta de regras e punições (entenda-se como castigos leves) levam as crianças a pensarem que não estão fazendo nada de errado e muitas vezes acabam se ‘’confortando’’ nos pais.

A violência certamente não concertará nada, só tornará tudo ainda pior. Ceder muito tempo aos filhos, ‘’passar a mão na cabeça’’ e atitudes do tipo, que não os permitam aprender algo por si próprios, é com certeza bastante prejudicial ao seu aprendizado, tornando-os ainda mais dependentes dos pais.

Como não ter um Filho Mimado

Primeiramente, os pais devem entender que seus filhos também têm direitos e deveres e o respeito entre toda a família deve ser mútuo. A atenção em demasia e a bajulação (como presentes para muitas vezes suprir a ausência dos pais) são prejudiciais às crianças.

Algumas tarefas podem ser dadas aos filhos, como arrumar seu quarto e também os brinquedos. Incentivos à escola também são bastante úteis.

Pequenos castigos como limitar o tempo na internet ou em seus aparelhos eletrônicos é uma boa maneira de dizer que fizeram algo errado e assim distinguir o que é ou não certo. Em casos mais extremos, procure a ajuda de profissionais.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook