Atualizado em: 19 outubro 2011

Os 10 erros mais comuns na redação do vestibular

De acordo com pesquisas, a falta de concordância verbal, coloquialismo, gírias e a falta de coerência, são os principais dos 10 erros mais comuns usados na redação para o vestibular.
Os 10 erros mais comuns na redação do vestibular

É muito importante que você estude para que o seu futuro seja muito bem sucedido (Foto: Divulgação).

Não importa o quanto você realmente queira se especializar em determinados assuntos, na verdade, o que mais vale é, estar por dentro de assuntos que estão diariamente passando na TV, algo que as pessoas sempre estão à procura.

Existem hoje, muitos processos de estudos para as pessoas que se interessam em ser alguém na vida, no entanto, quando se falar do Enem, todos se empolgam, querendo então, rapidamente se inscrever para a prova.

publicidade:

Ao fazer um vestibular, é necessário que estejam sempre bem acordados, quer dizer, é importante que não parem de estudar, só isso é o que irá ajudá-lo a definir o seu futuro.

Tanto as provas, como o Edital do Enem e as provas a serem divulgadas, são situações em que os estudantes devem esperar. Para quem ainda não sabe, no próximo domingo, irá ocorrer a segunda fase do vestibular da Fuvest com provas de português e redação, portanto, estudem da melhor maneira possível, selecionamos aqui, os 10 erros mais comuns na redação do vestibular, vejam.

O 10 erros mais comuns na redação do vestibular

1) Fugir do tema:
Um dos erros mais frequentes em relação a redação vestibular é, tentar achar que sabe e por fim, acabam respondendo de uma forma totalmente contrária do que realmente é, algo que podemos chamar de fugir do tema, enfim, é um dos piores erros que se possa ter ao fazer uma redação.

2) Fazer o gênero do texto solicitado, diferente:
Algo também comum é, tentar estar por dentro e ao mesmo não saber exatamente nada do que está falando, se você não sabe, ou nunca fez um vestibular, o segundo erro mais comum em relação a redação é, tentar se fazer de inteligente, fazendo um texto de uma forma totalmente contrária do que foi passado, se para a redação, é pedido um texto em parágrafos, porque fazer algo com versos ou diálogos, e ainda em desacordo com o tema solicitado.

3) Texto em formato de autoajuda:
A redação, é algo feito de uma forma em que você deverá realmente mostrar o quanto você é capaz de expressar-se em relação ao que se pede no tem em que foi solicitado, enfim, se você fizer como um tipo de dissertação interativa, com certeza, o valor do seu trabalho, não será o mesmo do que deveria ser. O candidato costuma utilizar uma estrutura linguística presente em livros ou e-mails com mensagens de autoajuda que incluem, por exemplo, a palavra “você.”

4) Apresentação de textos frágeis  argumentos do senso comum (no caso das dissertações):
Em relação a qualquer tipo de prova, sejam elas, no Enem, nas provas da Faculdade, ou nas escolas dos ensino médio, não tentem jamais, usar algo como do gênero de texto pedido na maioria dos vestibulares – exige argumentos e explicação sólidas e originais, caso você use palavras e frases já existentes como “lugar de mulher é na coisa”, “antes só do que mal acompanhado”, isso poderá lhe causar a anulação da prova.

[share]

5) Se esquecer da coerência:
Jamais, nunca tente se perder no que está escrevendo, algo como por exemplo, citar uma devida situação e ao mesmo tempo, mostrar-se de uma forma em que nada se confirma sobre o que você disse antes,  um erro também frequente em relação as provas feitas no vestibular.

6) Erros de concordância verbal:
A concordância verbal, é a alma do texto, na verdade assim, tudo o que você for escrever, é necessário que esteja ciente do que está sendo falado, formalize frases corretamente, e não se torne alguém sem sentidos ao falar algo. Ser formal, não quer dizer, erros de frases e concordância verbal, tente fazer a sua própria releitura entes de transparecer um texto para o papel.

7) Verbos inexistentes e no imperativo:
Cada pessoa tem um jeito de ser, uns sabem pouco, outros até mais, porém, quando não se sabe muito, as pessoas tentam falar ou expressar o que aprenderam, ou o que mais ou menos, já ouviram falar, algo que para a redação no vestibular, pode se tornar textos e frases com formatos inexistentes de palavras em verbos inexistentes e no imperativo.

8) Misturar e confundir pessoas gramaticais:
Pessoas que começam o texto, usando ‘nós’, e no final da redação, não contente por ter errado no final, acabam mudando para a terceira pessoa usando ‘eu’, outro erro que também é nítido no vestibular.

9)  Uso de Gírias, clichês ou coloquialismo:
Cada pessoa tem o seu jeito de falar, em alguns casos, é claro que não podemos negar quem falar gírias, usar clichês e enfim, falar palavras com aspas, mostrar nitidamente ao leitor que trata-se de uma gíria o que foi citado, enfim, erros que se devem ser evitados ao se tratar de provas de redação para o vestibular.

10) Letras irreconhecíveis:
Ninguém é melhor do que ninguém neste mundo, porém, quando se quer realmente ser, é necessário buscar melhorias, começando na parte da escrita, algo que muitas pessoas erram na hora em que vão fazer uma prova para o vestibular.

Se não sabem, na hora em que estão fazendo uma redação, é muito importantes que realmente saibam o que querem, algo como por exemplo, acertar perfeitamente as palavras, as letras ilegíveis e feias, estão em grande parte das redações. Para finalizar, vejam abaixo, um vídeo com as mais completas dicas e informações sobre os erros e acertos nas redações do vestibular:

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook