Atualizado em: 3 outubro 2011

Inflação irá aumentar, juros será menor em 2012

De acordo com pesquisas, há um relatório informando que, para este ano, o aumento da inflação que até o momento, permanece neste ano em em 6,52%, poderá subir de de 5,52% para 5,53%. Segundo o relatório da inflação para o terceiro trimestre para 2011, será para o IPCA de 6,4% para este ano, com 45% de chance de "estourar" o teto de 6,50% do sistema de metas, e de cerca de 5% para o próximo ano.
Inflação irá aumentar e o juros será menor em 2012

Todas as questões de inflação devem ser analisadas, portanto, estejam sempre de olho das taxas.

Em relação à todas as questões da economia, temos que estar sempre de olho sobre os valores e taxas a serem cobradas, afinal, do que vale ganhar um dinheiro aqui, e perder o valor maior lá na frente.

As taxas em 2011

De acordo com informações, para o ano que vem, podemos esperar, pois, conforme os economistas do mercado financeiro, eles afirmam que, o mercado financeiro voltaram a subir.

publicidade:

Segundo a nota divulgada no site G1, existe a expectativa do mercado financeiro para que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2012.

Ao mesmo tempo em que também baixaram sua previsão para a taxa de juros no fim do ano que vem, no qual o Banco Central, por meio do relatório de mercado, também conhecido como Focus – documento que é fruto de pesquisa do BC com os economistas dos bancos.

Estima-se, segundo o relatório que este aumento da inflação que até o momento, permanece neste ano em em 6,52%, enfim, de acordo com a previsão do IPCA para 2012, subir de de 5,52% para 5,53%. Para o relatório da inflação para o terceiro trimestre para 2011, prevê um IPCA de 6,4% para este ano, com 45% de chance de “estourar” o teto de 6,50% do sistema de metas, e de cerca de 5% para o próximo ano.

O sistema de metas de inflação

De acordo com a medição de pesquisas da inflação, foi dito que, através do sistema de metas e inflação que vigora o Brasil, o BC tem como meta em calibrar as taxas de juros para que as metas pré-estabelecidas, sejam acordadas e funcionem. No momento assim como foi dito, a autoridade monetária já está tomando providências quando aos valores a serem cobrados para que a atinja as metas de 2012.

Referente as taxas e intervalo quanto a inflação de 2011 para 2012, há um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais, sendo eles, um para cima, outro para baixo. Deste modo, o IPCA pode ficar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida, buscando atingir a meta de 4,5% em 2012.

[share]

Os juros

Todas as taxas e valores a serem cobrados, fiquem atentos pois sempre estamos pagando juros. De acordo com analistas do mercado financeiro, os juros poderão ter um percentual em 0,5  de juros em seu encontro, no caso, para um total de 11,50% ao ano. Atualmente, com uma taxa de 12% ao ano, e tem mais, ainda para este ano, assim como dizem as pesquisas, atingiriam 11% de juros.

Após analisarmos as questões de jutos enfim, sempre temos que saber ao certo como é que as situações funcionam realmente, ou seja, para o ano que vem, a  previsão do mercado recuou de 10,75% para 10,50% ao ano, o que pressupõe novos cortes no decorrer do próximo ano.

Sobre o crescimento econômico e câmbio

Mantendo-se de acordo com as devidas taxas, o mercado financeiro se manteve com uma estimativa estável em 3,51% em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), isso em relação a 2011, estando estável como os valores e taxas, na verdade, algo que devemos analisar bem.

Referente ao ano passado, começaram a acontecer após a piora da crise financeira internacional, mesmo já havendo uma certa estabilidade,  isso de acordo com o baixo da nota dos Estados Unidos pela Standard & Poors. Para 2012, a previsão do mercado de crescimento da economia brasileira permaneceu estável em 3,70%.

[share]

O balança comercial

Para fechar com alguns valores, enfim, temos que analisar muito bem quais são as melhores situações das taxas e assim vai. De acordo com a nota, existe uma projeção dos economistas do mercado financeiro para o superávit da balança comercial (exportações menos importações) em 2011 permaneceu inalterada em US$ 25 bilhões na semana passada.

Para o ano que vem, pode-se dizer que, o BC estará avançando, ou seja, foi revelado que, a previsão estimativa dos economistas avançou bastante, ou seja, foi revelado que o saldo da balança comercial avançou de US$ 16,4 bilhões para US$ 16,55 bilhões de superávit.

De acordo com especialistas, no caso das investimentos, após a expectativa do mercado para o ingresso de 2011 ficou estável em US$ 55 bilhões. Para 2012, a projeção de entrada de investimentos no Brasil permaneceu intalterada US$ 50 bilhões. Fonte: globo.com

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook