Atualizado em: 3 maio 2011

Ubisoft montou o seu próprio estúdio de cinema

A produtora de jogos Ubisoft, montou um estúdio de cinema que promete trazer clássicos populares como “Assassin's Creed” e “Splinter Cell” para o cinema.

ubisoftPrince of Persia: The Sands of Time” foi um filme de sucesso. Um ator protagonista de primeira linha, Jake Gyllenhaal, uma arrecadação de 335 milhões dólares em bilheteria, e uma imagem digna de filme de aventura animaram a Ubisoft, uma empresa francesa conhecida por criar grandes jogos a entrar de cabeça no universo da grande tela.

O filme, baseado no vídeo game da Ubisoft, baseado por sua vez em um jogo clássico dos anos 80, inspiraram a empresa francesa a criar uma divisão de filmes para levar os heróis e vilões de seu catálogo para o cinema.

publicidade:

Entre os títulos da Ubisoft que poderiam ser transformados em películas, estão as sagas “Assassin’s Creed” e “Splinter Cell”, que dariam bons filmes de ação de acordo com o gosto do público, e que já viriam com o peso da marca estabelecida das suas franquias. Sem mencionar vários outros títulos militares, um gênero que sempre tem uma boa aceitação.

Espera-se que o nova Ubisoft Motion Pictures use sua divisão de efeitos especiais de animação, responsável pelo curta-metragem Assassins Creed: Lineage, que serviu como uma introdução para o próximo capítulo desta saga de sociedades secretas e irmandades de assassinos.

A Ubisoft contratou diretores para conduzir sua nova aventura. O manda chuvas da Ubisoft Motion Pictures será Jean-Julien Baronnet, ex-CEO do estúdio EuropaCorp, enquanto as vendas internacionais e o marketing serão administrados por Jean de Rivieres, da Walt Disney Corp, a empresa que tornou o filme Prince of Persia uma realidade.

Filmes criados a partir de jogos de sucesso não são raros, já que os jogos são produzidos, concebidos e comercializados como as superproduções de Hollywood. Também não é surpreendente que, dado o volumoso volume de dinheiro que se pode ganhar a partir de uma boa adaptação, que estúdios de games tentem garantir a maior percentagem possível dos lucros sem ter de dividi-los com os estudos tradicionais. Eles já tem boa parte da tecnologia necessária para isso.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook