Atualizado em: 26 abril 2011

Procura por vida extraterrestre sofre baque

O telescópio Allen Telescope Array (ATA), uma organização que faz parte do SETI, encerrou temporariamente suas atividades devido a falta de recursos financeiros.

071012_telescope_hmed_3p_Allen_SETI-720x478O famoso telescópio feito para estudar as estrelas, enquanto busca por vida extraterrestre, o Allen Telescope Array (ATA), teve de suspender temporariamente as operações devido à falta de fundos.

Até agora, o ATA era o maior projeto foi focado na busca por vida extraterrestre, e era composto de 350 antenas, sendo gerido pelo Instituto SETI e pelo Laboratório da Universidade da Califórnia, Berkeley.

publicidade:

A paralização das operações no local, que ficou famoso por aparecer no  filme “Contato”, não é definitiva, uma vez que o SETI Institute busca fórmulas financiamento de novos estudos.

De acordo com cientistas da SETI, o encerramento não poderia ter sido em pior momento, uma vez que as observações do satélite Kepler, recentemente, capturou dados sobre a possível existência de 1.235 novos planetas.

Muitos destes planetas seriam  do tamanho da Terra e teriam as condições para a existência de vida como a conhecemos.

O astrônomo Seth Shostak, do SETI, comparou a suspensão do projeto, “como tendo abandonado a Santa Maria, a Pinta e a Nina, em doca seca.”, numa referência a frota de Cristóvão Colombo que descobriu a América.

O cientista acrescentou que “se todos contribuíssem com apenas 3 centavos de dólar extra nos seus formulários de imposto, poderíamos descobrir se estamos sozinhos no Cosmos”.

O complexo de antenas situa-se no Observatório Hat Creek, a 450 quilômetros de San Francisco, Califórnia, e seu objetivo foi focado em rastrear qualquer onda de rádio que possam emanar de planetas extra-solares.

Entre os financiadores do projeto era Paul Allen, co-fundador da Microsoft, que inicialmente ofereceu 25 milhões para o projeto.

Junto com Allen foram também colaboravam com recursos financeiros, a National Science Foundation e outros doadores privados.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook