Atualizado em: 28 janeiro 2011

Poesias e Obras de Fernando Pessoa

Fernando Antônio Nogueira Pessoa nasceu no dia 13 de junho de 1888 na cidade de Lisboa e foi um dos mais importantes escritores e poetas do modernismo. Morreu em Lisboa, na mesma cidade em que nasceu, em 30 de novembro de 1935.

publicidade:

Fernando Pessoa foi morar, ainda na infância, na cidade de Durban na África do Sul e nesse país começou a ter contato com a literatura inglesa. Quando já adulto, Fernando trabalhou como tradutor técnico e publicou seu primeiro poema em inglês. Em 1905 voltou para Lisboa e começou a ter contato com a literatura portuguesa. Passou a ter mais contato sendo influenciado por estudos do filósofo Nietzsche e Schopenhauer, recebendo também influencias do simbolismo Frances.

Em 1935, sua saúde já começou a apresentar complicações e foi para o hospital com cólica hepática devido ao consumo de álcool de modo excessivo. Morreu jovem, com apenas 47 anos, com diagnóstico de cirrose hepática.

Apesar de sua morte precoce, Pessoa deixou muitas obras e poesias para que possamos nos deliciar com tantas palavras belas.

As obras de Fernando Pessoa foram: Do Livro do Desassossego; Ficções do interlúdio: para além do outro oceano; Na Floresta do Alheamento; O Banqueiro Anarquista; O Marinheiro; Por ele mesmo.

Suas poesias eram as coisas mais preciosas, são só da época, mas hoje também são muito procuradas. Suas poesias eram: A barca; Aniversário; Autopsicografia; À Emissora Nacional; Amei-te e por te amar…; Antônio de Oliveira Salazar; Elegia na Sombra; Isto; Liberdade; Mar português; Mensagem;· Natal; O Eu profundo e os outros Eus; O cancioneiro; O Menino da Sua Mãe; O pastor amoroso; Poema Pial; Poema em linha reta; Poemas Traduzidos; Poemas de Ricardo Reis; Poesias Inéditas; Poemas para Lili; Poemas de álvaro de Campos; Presságio; Primeiro Fausto; Quadras ao gosto popular; Ser grande; Solenemente; Todas as cartas de amor…; Vendaval;

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook