Atualizado em: 17 fevereiro 2011

Parto Normal dói muito?

Um dos maiores sonhos de uma mulher é constituir família. Conhecer alguém especial, que a faça feliz, alguém com quem ela queira casar e ter filhos. Quando conseguimos estabilidade na vida, estamos com um bom emprego, um bom marido, chegamos a conclusão que é a hora certa para se ter um filho.
Muitas mulheres optam por não ter filhos por receio de não conseguir voltar ao seu peso normal ou por medo do parto, medo da dor que o parto causa. Quando a mulher está no seu nono mês de gravidez ela a qualquer momento poderá entrar em trabalho de parto. Como saber? Quando a mulher entra em trabalho de parto, ela começa a ter contrações rítmicas e regulares, tendo cerca de 10 contrações em 1 minuto. Se a mullher não tiver tendo muitas contrações, o médico irá dar uma medicação para que a contração seja estimulada, para que haja dilatação suficiente e que as contrações consigam “expulsar” o bebê.
Antigamente os recursos hospitalares não nos proporcionavam grande segurança na hora do parto. As mulheres se sentiam insegura e tinham muito medo das dores que as contrações causariam. Hoje em dia, ainda há muito medo da hora do parto, mas já é dado um tipo de anestésico e diversas outras medidas são tomadas para que o período de trabalho de parto seja mais curto e cause menos sofrimento a mãe. Dentre todos os recursos, medicamentos e a fisioterapia são bastante usados, como maneira de tentar diminuir esse desconforto.

Um dos maiores sonhos de uma mulher é constituir família. Conhecer alguém especial, que a faça feliz, alguém com quem ela queira casar e ter filhos. Quando conseguimos estabilidade na vida, estamos com um bom emprego, um bom marido, chegamos a conclusão que é a hora certa para se ter um filho. Muitas mulheres optam por não ter filhos por receio de não conseguir voltar ao seu peso normal ou por medo do parto, medo da dor que o parto causa. Quando a mulher está no seu nono mês de gravidez ela a qualquer momento poderá entrar em trabalho de parto. Como saber? Quando a mulher entra em trabalho de parto, ela começa a ter contrações rítmicas e regulares, tendo cerca de 10 contrações em 1 minuto. Se a mullher não tiver tendo muitas contrações, o médico irá dar uma medicação para que a contração seja estimulada, para que haja dilatação suficiente e que as contrações consigam “expulsar” o bebê. Antigamente os recursos hospitalares não nos proporcionavam grande segurança na hora do parto. As mulheres se sentiam insegura e tinham muito medo das dores que as contrações causariam. Hoje em dia, ainda há muito medo da hora do parto, mas já é dado um tipo de anestésico e diversas outras medidas são tomadas para que o período de trabalho de parto seja mais curto e cause menos sofrimento a mãe. Dentre todos os recursos, medicamentos e a fisioterapia são bastante usados, como maneira de tentar diminuir esse desconforto.

publicidade:

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook