Atualizado em: 15 março 2011

Nasa quer usar laser para remover lixo espa

space-junkxParece ficção científica, mas a NASA está a considerando remover os detritos espaciais com disparos de laser. O lixo flutuante na órbita da Terra é um perigo para as missões espaciais. Segundo o astrônomo Don Kessler, chegará um momento em que os resíduos serão tantos a ponto de serem perigosos demais para voar no espaço. Assim, já que são grandes problemas, a NASA pensa em grandes soluções.

Estima-se que mais de 600 000 objetos flutuem em torno do nosso planeta. Cada um deles representa um potencial problema para as espaçonaves e satélites. Em 2009, dois fragmentos chegaram muito perto da Estação Espacial Internacional , cujo impacto teria sido desastroso. Creonte Levit, engenheiro da NASA, afirma que, longe de ser resolvida, a situação se torna pior a cada dia.

publicidade:

Embora alguns fragmentos de lixo espacial sejam atraídos pela gravidade da Terra e desintegram-se em contato com a atmosfera, a realidade é que uma boa porcentagem está à deriva. Por este motivo, o cientista James Mason sugere um novo método. Em vez de atrair os resíduos para a Terra, temos que prevenir colisões destes objetos entre si. Em caso de impacto contra outros detritos, estes ficam cada vez menores. Quanto maior o seu tamanho, maior a possibilidade de que eles sejam naturalmente atraídos pela gravidade.Além disso, as peças pequenas são aquelas que trazem mais problemas no momento do impacto.

Os pesquisadores sugerem que o disparo de um laser de potência média em direção aos objetos que estão perto de uma colisão. O feixe de prótons pode retardar o projétil cerca de 0,05 centímetros por segundo. Calculam que disparar o laser por uma ou duas horas por dia pode mover o objeto de cerca de 20 metros por dia.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook