Atualizado em: 4 outubro 2010

Marina Silva – Biografia

Maria Osmarina Marina Silva de Sousa Vaz de Lima nasceu em Rio Branco no dia 8 de fevereiro de 1958.

publicidade:

É uma política brasileira, ambientalista e pedagoga.

Nasceu em uma colocação de seringueiras chamada Breu Velho, no seringal Bagaço, a setenta quilômetros do centro de Rio Branco, capital do Estado do Acre.

Seus pais Pedro Augusto e Maria Augusta tiveram onze filhos, dos quais sobreviveram apenas oito. Cortou seringueiras junto com as irmãs e plantou roçado.

Caçou, pescou e por fim ajudou o pai a quitar as dívidas com o dono do seringal.

Aos quatorze anos só conhecia as quatros operações básicas de matemática, pois onde vivia não havia escola.

Estudou no Mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização), fez o curso de Educação Integrada, onde aprendeu a ler e a escrever, fez supletivo de 1º grau e de 2º grau.

Na juventude, sonhava em ser freira até começar a frequentar reuniões das Comunidades Eclesiais de Base e aproximar-se de grupos de teatro amador.

Foi aí que Marina ingressou na vida política, ainda não-partidária, dos movimentos sociais.

Perdeu a mãe aos 15 anos e teve de assumir a chefia da casa e a criação dos irmãos, já que a mais velha já tinha casado.

Aos 16, teve uma hepatite que a levou a conhecer a vida urbana.

Marina saiu da região de seringal onde vivia e passou a viver na cidade, onde trabalhou como empregada doméstica.

Universidade

Aos 20 anos, teve uma nova hepatite que a levou a São Paulo em busca do tratamento.

Ao retornar, ingressou na universidade, onde descobriu o marxismo, e cursou história.

Neste período, durante a ditadura militar, passou a atuar em grupos políticos semi-clandestinos.

Na década de 1990, quando era deputada estadual, Marina passou mal em uma viagem ao interior do Acre.

Ela teve de ser trazida rapidamente para a capital e ficou internada em um hospital com estado de saúde grave.

Depois de meses de exames no Brasil e no exterior, descobriu tratar-se de uma contaminação por metais pesados, decorrente, provavelmente, de tratamentos contra a leishmaniose, quando ainda vivia no seringal.

A doença causou problemas neurológicos e atingiu vários órgãos.

Após tratamento, a ministra diz ter 80% das capacidades físicas, mas ainda vive sob rígido regime alimentar.

Marina casou-se duas vezes e é mãe de quatro filhos chamados Shalom, Danillo, Moara e Mayara.

Vida política

A vida política de Marina Silva começou em 1984, quando fundou a CUT no Acre, junto a Chico Mendes.

Ele foi coordenador, ela, vice.

Participou das Comunidades Eclesiais de Base, de movimentos de bairro e do movimento dos seringueiros.

Marina filiou-se ao PT em 1985, e, em 1986, candidatou-se a deputada federal.

Em 1988, foi eleita vereadora.

Em 1990, deputada estadual, com a maior votação do Estado.

Em fevereiro de 1995, iniciou seu primeiro mandato de senadora, aos 36 anos, pelo PT, como representante do Acre.

Em 2002 foi reeleita.

Em 2003, Marina assumiu o cargo de ministra do Meio Ambiente na primeira gestão do governo Lula. Ela foi convidada para continuar na equipe do segundo mandato, onde ficou até 2008.

Fatos importantes

Em 1996 recebeu o Prêmio Goldmann de Meio Ambiente pela América Latina e Caribe, nos Estados Unidos.

Em 2007, por meio da Medida Provisória 366, a ministra Marina Silva desmembrou o IBAMA e repassou a gestão das unidades de conservação da natureza federais para o Instituto Chico Mendes

Com certeza uma biografia admirável!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook