Atualizado em: 23 abril 2011

Japão bloqueia sites de pedofilia

Embora a produção e distribuição de imagens obscenas ou vídeos que mostram crianças seja proibida no Japão, a sua mera posse individual é autorizada.

pedofiliaOs principais provedores de  acesso à Internet do Japão anunciaram o bloqueio do acesso a diversos sites de pornografia infantil, como resultado de uma campanha contra este flagelo. A associação de segurança de conteúdo para Internet do país, declarou que nove dos principais provedores de acesso haviam bloqueado mais de uma centena de sites.

Juntas, essas empresas, incluindo NEC Biglobe, NTT Communications e KDDI, são utilizadas por mais de setenta por cento dos domicílios japoneses para se conectar à Web.

publicidade:

Por outro lado, quatro centros de pesquisa e laboratórios, incluindo o Google e o Yahoo Japan (empresas que respondem por quase 90% das pesquisas na Internet realizadas no Japão), providenciaram meios para que esses sites bloqueados não apareçam nos seus resultados de pesquisa.

Embora a produção e distribuição de imagens obscenas ou vídeos que mostram crianças seja proibida no Japão, a sua mera posse individual é autorizada.

Segundo a polícia do país, durante 2010, foram descobertos 1.342 casos de produção de pornografia e tráfico de pessoas envolvendo menores de 18 anos, quase quarenta e cinco por cento a mais que em 2009, cujos números e representaram um recorde.

Os Estados Unidos da América e outros países desenvolvidos, acusam as autoridades japonesas de serem negligentes com este problema global, e veem o Japão como o maior produtor de pornografia infantil no mundo.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook