Atualizado em: 15 julho 2010

Filme 400 contra 1 – A história do Comando vermelho

Baseado em fatos reais.

publicidade:

O surgimento do Comando Vermelho, poderosa organização criminosa do país, criada no Instituto Penal Cândido Mendes, o Presídio da Ilha Grande, no auge da ditadura militar, através dos olhos de William da Silva Lima, famoso assaltante de banco.

Enquadrado na Lei de Segurança Nacional, o assaltante é encaminhado para o Instituto Penal Cândido Mendes, o presídio da Ilha Grande, o que lhe proporciona um elucidativo convívio com os presos políticos, de uma forma ou outra, encarcerados sob o mesmo regime de exceção e segurança dita máxima que ele.

  • Sinopse

William da Silva (Daniel de Oliveira), um dos grandes articuladores daquilo que viria a se tornar o Comando Vermelho, vai parar no presídio de Ilha Grande, onde presos ‘comuns’ eram colocados lado a lado com presos políticos. Neste universo de fugas consecutivas, assaltos e enfrentamento com os policiais locais, as amizades se destacavam e geravam dívidas que faziam com que foragidos retornassem à ilha para libertar seus companheiros.

  • Titulo Original: 400 Contra 1 – A História do Comando Vermelho
  • Titulo no Brasil: 400 Contra 1 – A História do Comando Vermelho
  • Data de Estréia: 07/05/2010
  • Gênero: Drama
  • País de origem: Brasil
  • Ano de lançamento: 2010
  • Direção: Caco Souza
  • Estúdio: PlayArte
  • Elenco

Daniel de Oliveira (William da Silva Lima)

Daniela Escobar (Teresa)

Branca Messina

Negra Li (Geni)

Anderson Jader

Rodrigo Brassoloto (Neco)

Felipe Kannenberg (Custodio)

Fabrício Bolivera (Cavanha)

Jefferson Brasil

Lui Mendes (Maranhão)

Ed Canedo

William Jonser

Jefferson Brasil (Biro)

Jonathan Azevedo (Baiano)

  • Curiosidades

– Com locações em Curitiba, Ilha Grande e Rio de Janeiro.

– O bandido Zé Bigode enfrentou sozinho o cerco de 400 policiais, durante mais de 12 horas, num morro do Rio. Do fato nasceu o nome do filme, que vai conta a história do Comando Vermelho, poderosa organização criminosa do país, criada no Instituto Penal Cândido Mendes, o Presídio da Ilha Grande, no auge da ditadura militar. No comando, William da Silva Lima, não por acaso amigo de Zé Bigode e teria sido obrigado pela polícia a assistir ao cerco.

– A última cena a ser filmada exigiu o corte de cabelo de dezenas de atores e figurantes, retratando o momento que registra um protesto de detentos em defesa de um companheiro, humilhado por um corte de cabelo. Tudo foi tão envolvente que até o diretor Caco Souza entrou no clima, virou figurante, e teve seu cabelo raspado também.

– Não foi à primeira vez, em 400 contra 1, que o diretor Caco Souza se envolve com a história de vida de William da Silva Lima e seus companheiros. Além do curta-metragem Senhora Liberdade (2004), Caco fez Resistir (2006).

Se você se interessou pelo filme não deixe de assisti-lo!

Abaixo você encontra o trailer oficial dessa grande produção brasileira!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook