Atualizado em: 7 março 2012

Colecionismo Compulsivo

Leia e entenda um pouco mais sobre o Colecionismo Compulsivo, conheça os sintomas e o tratamento para tal vício de guardar coisas sem necessidade.
Você Sabia?
A depressão se caracteriza pela perda de prazer nas atividades diárias (anedonia), apatia, alterações cognitivas (diminuição da capacidade de raciocinar adequadamente, de se concentrar ou/e de tomar decisões), psicomotoras (lentidão, fadiga e sensação de fraqueza), alterações do sono dentre outras coisas ma
Colecionismo Compulsivo

Foto Divulgação: (O Colecionismo Compulsivo vai até para os carrinhos).

Durante muito tempo, as pessoas sempre se perguntam o porque das outras ficarem guardando coisas em casa sem que haja motivo, entenda bem, estamos falando do tal Colecionismo Compulsivo, algo que durante muito tempo, tem feito com que muita gente se desentendesse em suas casas, por fim, a palavra colecionismo, sem dúvidas, é algo que está sempre mudando a rotina de algumas pessoas que por fim, acabam tirando os outros do sério.

Colecionismo Compulsivo

  • Conhecido também pela sigla  TOC, o Colecionismo Compulsivo, é aquilo que faz com que a sua mãe, tio, irmão e até mesmo sua avó faz diariamente em sua casa, quando enfim, ficam guardando coisas inúteis, sejam objetos grande ou pequenos, a pessoa que sofre do TOC, ou Colecionismo Compulsivo, ela acaba guardando coisas sem sentido em casa.
  • O objetos guardados por quem tem este problema, eles vão desde de uma simples caixinha de fósforo vazia, caixas de cigarro velhas, até mesmo um palito de sorvete, tudo o que não irá acrescentar em nada, apenas fará sujeira e irá amontoará o que não precisa, bichos e teias de aranha.
  • Segundo informações de especialista, os rastros desta doença começam de maneira em que o seu parente ou pessoas próximas começam a ter atitudes estranhas, algo como por exemplo, você tomou uma água em uma garrafinha de cor diferente, e quando vai jogá-la no lixo, o seu amigo(a) ou parente pede para você o que queria se desfazer, no caso, se perguntar, a pessoa sempre irá inventar algo, seja em relação a trabalho da escola, para usar no trabalho, ou por fim, que irá colecionar, mas saibam, nem sempre isso ocorre!

O motivo para acumular objetos sem valor sentimental, para a psicóloga, é a tentativa de ocupar espaços vazios, ou seja, em muitos casos, a pessoa faz isso para preencher algo dentro de si mesmo, mas não percebe que esse espaço nunca é preenchido, precisando sempre de mais e mais. Isso faz com que não consiga diferenciar o que pode ou não jogar fora, como se o objeto tivesse vida”, compara Rosana.

publicidade:

Sintomas

Os principais sintomas de quem realmente está o Colecionismo Compulsivo são; no caso ele compra muitos objetos, sendo a maioria inúteis e mais, além disso, guarda tudo de forma organizada. Os pacientes do TOC, eles podem apresentar quadros de depressão, ansiedade e dificuldade de se sociabilizar, e por fim, costumam também, serem perfeccionistas.

De acordo cm pesquisas, os pacientes portadores do TOC se distinguem pela grande quantidade de coisas que guardam e pelo seu apego emocional a objetos.

O que faz suspeitar de que se trata de um sintoma do TOC, é o caráter compulsivo do poupar, um elevado grau de mesquinhez destoante da situação econômica em si, o grande sofrimento ou aflição diante de qualquer gasto e o tempo despendido em checagens de contas bancárias e contagens de dinheiro. Para saber tudo sobre o Colecionismo Compulsivo, sintomas e tratamento, acessem o site (www.ufrgs.br).

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook