Baixa idade media | Resumo, Características e Exercícios

A Baixa Idade Média é o período que faz parte da Idade Média, se estendendo até o século XI ao século XV. O que caracterizou esse período foi a crise do modo de produção feudal e das relações sociais, culturais e econômicas. Após a diminuição ou fim das invasões bárbaras da Europa no século XI. No momento de estabilidade, a Europa presencia um surto demográfico, que seria devido ao crescimento populacional.

Com o crescimento popular, verificamos dois importantes acontecimentos, a marginalização dos servos e de nobres sem terra. Com a relativa paz sentida pela Europa, os feudos acabam perdendo em parte, a razão de sua existência, pois eles foram criados para garantir segurança diante das invasões dos bárbaros.

No ano de 1095 a cristandade se preparou para uma “guerra santa”, quando o Santo Sepulcro estava sob domínio dos muçulmanos, denominados “infiéis”. Esse acontecimento aliado a outros desencadearam em um conflito sangrento entre o oriente e o ocidente durando por 174 nos, esse conflito foi chamado de Cruzadas.

As Cruzadas promoveram mudanças como o Renascimento comercial-urbano que foi impulsionado, sendo acompanhado de fortalecimento de algumas cidades, fortalecimento do poder real, nascimento da burguesia, entre outros. Formou-se a crise do feudalismo, surgindo o capitalismo, mais um acontecimento para nossa história.