Atualizado em: 15 março 2013

Dieta do Mediterrâneo: Prós e Contras

Você Sabia?
O Mar "Mediterrâneo" é um dos maiores mares do Globo Terrestre, passando pela Europa Meridional, Asia Ocidental e Africa, tem uma extensão de mais de 2,5 milhões de Km.
Dieta do Mediterrâneo 01

Com a Dieta do Mediterrâneo, você conhece pratos de outras cozinhas e ainda emagrece. (Reprodução)

Uma das dietas mais famosas ultimamente, a dieta do Mediterrâneo é uma estratégia de reeducação alimentar sem prazo de validades (é pra ser seguida a vida inteira), e baseada nos hábitos alimentares dos países mediterrâneos – Itália, Espanha, Turquia, Grécia, Marrocos, Líbia, Egito e Líbano.

Apesar de terem culturas díspares, esses países possuem algumas importantes similaridades em relação à agricultura e, consequentemente, aos produtos protagonistas em suas dietas.

publicidade:

No Que Consiste a Dieta?

A dieta consiste em diminuir o consumo de carne vermelhas (é ingerida ocasionalmente e não todos os dias) e substitui-la pelo peixe, uma carne menos gordurosa e cuja gordura possui substâncias boas para o coração. Além de substituir a carne pelo peixe, os mediterrâneos não consumem muita açúcar e grãos refinados, além de raramente comerem produtos industrializados.

A dieta é rica em azeite de oliva e óleos vegetais, deixando de lado as gorduras animais; possui muitos laticínios, principalmente iogurte integral e queijos variados; tem como base o alto consumo de frutas, legumes e hortaliças; favorece o consumo de cereais e grãos integrais; e, ao invés de suco e refrigerantes, aposta no vinho tinto.

Vantagens

Uma das maiores vantagens da dieta do Mediterrâneo é sua característica de reeducação alimentar. Ela não é uma dieta para fazer por dois meses, perder catorze quilos e depois recuperar sete ao retornar à vida normal. Ela é, sim, uma dieta que nos convida a comer como os povos mediterrâneos.

Outra vantagem é que as comidas básicas da dieta são todas muito benéficas à sua saúde e até combatem o envelhecimento. O vinho tinto é um aliado do coração e da pele sem rugas, o peixe é cheio de ômega 6 bom para o coração, a gordura vegetal insaturada tem mais “bom colesterol”, os grãos integrais são ótimos para o regulamento do intestino; frutas e hortaliças variadas são remédios naturais.

Desvantagens

Com essa dieta você terá que reeducar seus hábitos de consumo. Ter peixe em casa todos os dias pode sair caro e você tem que começar a saber comprar peixe, porque alguns são mais benéficos que outros. Outro grande problema é aprender a moderar o consumo, pois alguns desses alimentos podem engordar se não usados com moderação. O vinho também pode facilmente virar um problema.

Tome uma taça de vinho tinto todos os dias, não exagere. O vinho tinto, infelizmente ajuda a manchar os dentes, por isso, sempre fique atento a técnicas de branqueamento dos dentes. A dieta também é considerada pobre em carboidratos por muitos especialistas, mas isso é fácil de resolver colocando massas com molhos caseiros e pães integrais na equação. Sempre moderadamente.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook