Atualizado em: 19 abril 2010

Molinetes para Pesca

Definição do antigo hábito de lançar o anzol na água, método básico do que se conhece como pesca é que é a retirada de qualquer animal aquático para diversas finalidades como alimentação, lazer ou capturar peixes para enfeites (ornamentação).

publicidade:

Esta conceituação abrange uma definição em que os animais marinhos capturados são primeiro criadas em instalações apropriadas, como tanques, gaiolas ou viveiros.

Vale salientar que o ato de pescar é um grande fornecedor de emprego, contribuindo enormemente para a economia mundial, já que se tem registro de que essa prática contribui como não só como fonte de alimentos como também define todo um estilo de vida.

Para agilizar, hoje em dia, essa atividade Milenar, é que foi criado e modernizado o molinete. Como exemplo há o modelo molinete ALUMA 5000 especialmente criado para pesca de jumping jig. E´lé é um dos mais elaborados, oferecendo muitas vantagens para o pescador.

O molinete não serve apenas jigar a pesca como também para dar força a pescas que peçam grandes esforços dos pescadores.
Ele facilita o uso de linhas multifilamento, e o modelo ALUMA 500 além de ter 7 rolamentos ele possui chassi, carretel e cursor de linha em titânio, manivela em alumínio com infinito anti reverso, e mas uma fricção ponto a ponto com uma tração de frenagem para 15 Kg.

Imagine tudo isso unido a uma força de força de recolhimento com uma linha mono 150 metros de uma 0,52 mm?

É mais força garantida na pescaria. Ainda com o uso com linha multifilamento sugerimos PE 4-300m 5-250m 6-200m, a pesca ganha mais potência.

O molinete tem essa habilidade de conferir força á pesca. Tudo por meio de um molinete que, quando tem a devida assistência técnica, tende a deixar a pesca ainda melhor.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook