Atualizado em: 25 setembro 2008

Dicas para alugar casas para temporada

O final do ano está chegando, logo, muitos irão viajar para comemorar as férias e as festanças, viradas de ano, natal, e e para quem não gosta de hotéis e pousadas, pode optar por passar férias com a família ou com os amigos, alugando um imóvel.

O grande problema é que geralmente os aluguéis desse tipo são tratados por telefone ou por contratos de boca, o que pode causar diversos imprevistos que acabam com as férias de qualquer um.

publicidade:

Confira as principais dicas para evitar dores de cabeça ao alugar um imóvel e ter umas férias tranquilas:

Informe-se bem:
Antes de pensar em alugar qualquer imóvel, faça uma pesquisa de preços, localizações e alternativas, e deixe claro para o locador que está bem informado. Principalmente em altas temporadas, os preços e as condições costumam subir muito, o que exige muita firmeza por parte dos locatários.

Conheça o imóvel antes:
Nunca alugue um imóvel sem conhecê-lo, pois, por melhor que seja a descrição feita, há detalhes que só fazendo uma visita ao local.

Faça uma vistoria detalhada:
Antes de bater o martelo, teste todos os aparelhos eletrônicos, as saídas de água, os chuveiros elétricos, o fogão, a geladeira etc. Teste TUDO! Tenha certeza que a limpeza e segurança da casa não falharão. Anote tudo o que encontrar, e exija que um representante do proprietário esteja presente e assine o documento da vistoria.

Exija um contrato:
Contratos de boca são muito comuns durante as férias, mas podem gerar inúmeros imprevistos.

Por isso, é fundamental que exista um contrato de locação especificando:

  • o nome do locador;
  • o endereço do imóvel e do local para retirada e entrega das chaves;
  • o valor exato do aluguel (e tudo o que estiver incluído nele, como condomínio, água, luz etc);
  • a duração da temporada (com data de entrada e de saída);
  • o número de pessoas ocupará o imóvel;
  • as condições do aluguel;
  • uma lista detalhada com tudo o que há dentro da casa;
  • Lembre-se de que, se for por um período maior do que três meses, o contrato não é considerado de “temporada”.

O pagamento:
O pagamento deve ser feito ao locador ou à imobiliária, com um cheque nominal ou dinheiro, somente mediante recibo.

Cumpra as regras:
Cumpra rigorosamente TODAS as regras estabelecidas no contrato, enfatizando à que diz respeito ao número de pessoas que podem ocupar a casa durante a temporada.

Cuide da casa:
Se quebrar ou danificar algum objeto da casa, não se omita, comunique ao proprietário e reponha-o imediatamente. Não deixe para resolver isso depois de ir embora.

A entrega das chaves:
Acabada a temporada, solicite a presença do proprietário para fazer uma nova vistoria e receber as chaves. Exija também que o proprietário assine o documento que registra sua saída.

Boa viagem! :)

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook