Como tratar e evitar espinhas na adolescência

Espinhas na adolescência

Ter espinhas na adolescência é uma coisa bastante natural, mas você pode arranjar maneiras de evitá-las e tratá-las (Foto: Divulgação)

Existe um período na vida do ser humano em que acontecem muitas mutações, a mudança de voz é perceptível, os pelos aparecem no corpo, a puberdade ataca e as espinhas na adolescência não ficam de fora, também dão o ar de sua graça para a tristeza dos adolescentes que ficam intimidados em sair narua, ir à escola e frequentar os lugares normalmente.

Esse é um problema enfrentado por pelo menos, 80% dos jovens, segundo uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Georg-August, na Alemanha, no ano passado.

Os hormônios nessa fase estão à flor da pele, por isso, a oleosidade pode aumentar provocando o aparecimento das espinhas na adolescência, mas isso pode ser evitado, se você ainda não as tem, mas elas já trataram de aparecer por ai, esse não é o fim do mundo, existem alguns tratamentos.

Fique atento, uma coisa que pode fazer com que as espinhas se manifestam é utilizar a mesma fronha por mais de dois dias. O óleo natural da pele e até aqueles usados para o tratamento dos cabelos podem se acumular no local e serem transferidos para o seu rosto, beber bastante água também ajuda a preveni-las.

É importante procurar um médico dermatologista caso as deformações na pele estejam te incomodando demais. São eles que poderão dizer qual é o tratamento mais indicado, aquele à base de cremes e vitaminas ou o que necessita da ingestão de antibióticos.

Classificação dos dermatologistas

Grau 1 – pele oleosa com cravos

Grau 2 – cravos e espinhas na pele

Grau 3 – cravos, espinhas, nódulos e cistos

Grau 4 – cravos, espinhas, nódulos, cisto e cicatrizes

Algumas dicas para evitar as espinhas ou fazer com que elas desapareçam

Para os tratamentos naturais cremes feitos em casa são super indicados:

Cenoura com Pepino – Combinar os dois ingredientes e tomar 250ml do líquido quatro vezes ao dia.

Abacate – Amassar a fruta e colocá-la sobre o rosto durante 1 hora.

Utilize os sabonetes neutros três vezes ao dia, se a pele for muito oleosa é bom optar pelos sabonetes à Bse de enxofre

Esfolie a pele com sabonete cremoso com polietileno ou sílica

Normalmente esse tratamento mais caseiro é recomendado para os graus 1 e 2. Nos casos em que a situação já estiver mais para os graus 4 e 5 é de extrema importância que o médico seja consultado, ele é a melhor pessoa pra te ajudar e indicar o melhor remédio para sua necessidade.