Mulheres Nuas


Há tempos era um escândalo se falar em nudez.

Quando a atriz Leila Diniz usou biquíni, em plena praia carioca, e grávida, a atriz não imagina ou talvez imaginasse o estrondo que iria causar.
Revistas com mulheres nuas então…nem imaginas em bancas expostas.

No máximo, os garotos da época deveriam tê-las em lugares bem escondidos e se a mãe sonhasse que o filho estivesse vendo uma publicação daquelas era uma boa surra que ele ganhava.

TEMPOS

Mas como se pode notar os tempos mudaram. E muito.

Hoje como é fácil, ao menos em alguns lugares, se encontrar água assim também se tornou banal e corriqueiro ter acesso a uma revista de mulher pelada.

A cada mês, revistas de pequeno ou grande porte lançam uma modelo ou atriz, totalmente nua para delírio dos fãs ou só para quem gosta de ver uma mulher pelada mesmo.

REVISTAS

Segmentada, as revistas atendem a todos os públicos. Têm as masculinas como a mais famosa de todas que é a Playboy.

Outras como a Sexy. Têm a do público GLS como a G Magazine, que pegam os homens mais bonitos e cobiçados para estampar as capas das suas publicações e colocar ensandecidos o público GLS de todo o Brasil.

E com isso, ver a nudez, contemplar a nudez, foi se tornando algo bastante comum.

LUCROS

Os valores pagos a estes personagens que posam pelados para revistas geralmente vão dos ótimos cachês aos valores estratosféricos.

Cléo Pires, que vai estampar a Playboy de agosto, mês de aniversário do periódico, não deve ter topado posar nua por menos de meio milhão de reais.

Uma bela grana.

No entanto, melhor ainda dever ser, para quem gosta é claro, ver a intimidade de uma mulher bonita sem nenhum peça de roupa sequer para esconder partes do corpo. Isto explica revistas serem campeãs de vendas e obterem sempre faturamentos maravilhosos.