Teorias da conspiração

Uma das teorias da Conspiração mais famosas, e a da nova ordem mundial, realizada por uma corporação secreta, chamada de os “Illuminatis“. (Divulgação)

A teoria da conspiração é qualquer teoria que explica para você, de forma diferente, algum resultado que já presenciamos, geralmente de punho histórico. Talvez a teoria mais velha existente seja a teoria de que o homem nunca pisou na lua. Isso porque os adeptos de tal teoria afirmam sobre o fato da bandeira balançar (se no espaço é vácuo, vácuo não propaga nem som e nem vento, então, como?) e os passos barulhentos dos astronautas.

Teorias famosas

Outra teoria bastante famosa é de que o Governo dos EUA estavam sim por detrás dos ataques as Torres Gêmeas do 11 de setembro, isso porque eles alegam que ele providenciou o ataque para que assim pudesse começar uma guerra contraterrorismo.

Outra teoria é  de que a princesa Diana foi assassinada, planejada pelo serviço secreto britânico para evitar crise na monarquia. Seguida, vem a teoria de que os judeus controlam Hollywood e a Wall street, isso porque nenhum judeu morreu com os ataques terroristas às Torres. A mais engraçada é a teoria de que Paul McCartney estaria morto. Isso porque quem se lembra do acidente que o mesmo sofreu no ano de 1966 quando o seu carro foi arrastado por um caminhão, não entende o fato de ele estar bem e vivo até os dias de hoje. Suspeito né?

Uma que causa polemica é a que a AIDs foi criada em laboratório. Segundo quem acredita nela, a AIDS fora criada como parte de um plano genocida para poder acabar com a população homossexual. Os mandantes seriam o exército norte-americano e a CIA. E uma teoria bastante comum é de que os ETs, uma raça alienígena irá dominar o mundo. Segundo ela, os grandes males causados no mundo são culpa de reptilianos, e por mais que agente pense que não, eles estão entre nós, como na família britânica. E você, no que acredita?

Os reptilianos são uma raça milenar de reptéis humanoides evoluidos, sendo este uma das teorias da conspirações. (Divulgação)