Atualizado em: 15 abril 2010

Serial Killers Conhecidos

Um serial Killer é o termo em inglês para o que em português chama-se de assassinos em série. A medicina os definem como pessoas capazes de tirar uma vida, com requintes de crueldade, alimentada por uma personalidade doentia, diagnosticada como pscicopatológica.

A imprensa brasileira já noticiou inúmeros casos de criminosos que possuem uma marca na hora de cometer sues crimes. Geralmente, eles seguem o mesmo ritual com todas as vítimas. Um caso bastante famoso no mundo, que rendeu até série na televisão e inspiração para vários filmes, foi “Jack, o estripador”.  Embora nunca achado pela polícia, Jack era conhecido por matar prostitutas em bairros da periferia de Londres, primeiro as estrangulando e depois tirando as suas vísceras.

publicidade:

Assassinos em série mais notórios da história

Estudos revelam que os Estados Unidos são um grande celeiro destes tipos de maníacos, sendo também considerada a nação que mais condenou serial killer em todo o mundo. Um caso muito conhecido nos EUA foi o de Ed Gein. Ele tinha o ritual de matar e arrancar a pele das vítimas.

A medicina, através de estudos, conseguiu traçar um perfil destes assassinos em série. Geralmente, trata-se de pessoas acima de qualquer suspeita, verdadeiros homens de bem, respeitáveis.

Os que já foram julgados e condenados pela justiça eram, em sua grande maioria, figuram bem sucedidas e atuantes na sociedade. O lado oculto das suas personalidades só era revelado quando a polícia descobria os crimes.

Pesquisas revelam que o instinto assassino de um assassino é formado na infância, quando fazem três atitudes bastante recorrentes que são: fazer xixi na cama, ter prazer em causar incêndios e fazer crueldade com animais. A ciência chama essas três características de “Tríade de Mc`Donald”.

Os crimes cometidos por um serial killer é repleto de crueldade e ritos estranhos. No Brasil, os casos mais famosos são: João Acácio da Costal, conhecido como o “Bandido da Luz Vermelha”; Pedro Rodrigues Filho que cometeu mais de 100 assassinatos; Francisco Rocha que ficou conhecido como “Chico Picadinho” porque esquartejava as suas vítimas e o Francisco de Assis, o “Maníaco do Parque”, que estuprava e asfixiava as suas vítimas, todas mulheres.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook