Atualizado em: 19 março 2011

Fábulas de Esopo

Fábulas de Esopo

Quem nunca ouviu ou contou uma fábula, um conto infantil, uma histórinha para fazer as crianças dormirem. Enfim as Fábulas de Esopo, são famosas, porque Esopo nunca escreveu absolutamente nada, então as próprias Fábulas de Esopo são uma verdadeira fábula.

publicidade:

Sabe-se pouco sobre a verdadeira história de Esopo, no entanto afirmam que era um escravo grego nascido pelo ano de 620 a. C., e era fabulista, teria sido condenado à morte depois de uma falsa acusação de sacrilégio, ou por falar demais e irritar alguns elitistas da época, embora fosse protegido do rei Creso.

As Fábulas de Esopo nunca foram verdadeiramente encontradas, e questiona-se muito sobre a possibilidade de sua obra ser uma compilação de fábulas ditadas pela sabedoria popular da antiga Grécia. O que poderia ser de fato inspirações de um homem sábio que precisava esconder ou codificar mensagens para transmiti-las.

Entre suas obras mais conhecidas, estão as fábulas como: A Cigarra e a Formiga, A tartaruga e a lebre, O vento norte e o sol, O menino que gritava lobo, O Lobo e o Cordeiro, O Camundongo da Cidade e o do Campo, A FORMIGA E O ESCARAVELHO.

É interessante que suas fábulas sempre envolve personagens naturais, refletidos em insetos, animais e pontos focais da natureza como os astros, e os elementos.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook