Atualizado em: 24 janeiro 2013

Casos de adolescentes mais jovens a entrar na Universidade

Veja alguns casos de adolescentes que apesar de muito jovens conseguiram o direito de entrar em uma universidade.
Você Sabia?
É consenso unânime que o aluno que quer ótimas colocações nas provas do ENEM e vestibular precisa estudar não somente o que o professor passa em sala de aula, mas também aprofundar os seus conhecimentos através de livros e internet.

De tempos em tempos surge um adolescente com uma inteligência superdesenvolvida, que está muito a frente dos outros jovens da sua idade. Geralmente estes jovens estudam por conta própria e adquirem o conhecimento das matérias da escola de anos muito acima do que o que estão cursando.

Quando esses jovens são detectados pelos professores, muitas vezes recebem uma educação especial e acabam os anos escolares, muito antes dos seus colegas. Ou ainda devido ao esforço próprio do aluno que estuda até por conta própria, sendo que isto leva esses adolescentes à ingressarem na universidade com uma idade precoce.

publicidade:

Conheça o caso de alunos que pagaram para entrar na USP

Há alguns casos de adolescentes que entraram na universidade ainda muito jovens, como:

Arran fernandez (Foto: Reprodução)

Arran fernandez (Foto: Reprodução)

Arran Fernandez

Com 15 anos, em 2010, foi aprovado para o curso de matemática na Universidade de Cambridge, na Inglaterra. O adolescente foi educado em casa pelo próprio pai e entrou para Cambridge com nota máxima não só nas matérias específicas de seu curso, como física e matemática, mas também em disciplinas de outras áreas de estudo, no caso, literatura, francês e inglês.

Outros casos

Isabel Tolentino

Com 16 anos, em 2011, ingressou no curso de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, mesmo sem ter concluído o ensino médio. A família da jovem que mora em Campo Grande, Moto Grosso do Sul,  acionou o Tribunal de Justiça (TJ/MS), para que fosse emitido o  certificado de conclusão do ensino médio e a jovem pudesse aproveitar a sua boa nota no ENEM para ingressar na universidade.

Nathaly Gomes Tenório

14 anos, em 2013vai cursar artes visuais na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). A jovem fez o ENEM apenas como treino, mas foi surpreendida por tirar a média de 647. Como ela se classificou em 5º lugar no curso, que oferecia 26 vagas, sua mãe ingressou com um mandado de segurança, para que fosse feita a matrícula da jovem na universidade.

Gabriel Sardinha Siqueira

16 anos, de São Gonçalo, em 2013 foi aprovado em quinto lugar no vestibular de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Agora o jovem precisa fazer uma prova de nivelamento para realizar a sua matrícula na universidade.

Aline Gabriela Barbosa Pérez

15 anos, vai cursar em 2013, o curso de Zootecnia na  UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Após a Justiça determinar, a expedição do certificado de conclusão do ensino médio para  a jovem. Mesmo vindo de uma escola pública a jovem ficou em 18º lugar no curso de Zootecnia.

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook