Atualizado em: 1 julho 2013

Carreira de Aracy Balabanian na Tv e Teatro

Aracy Balabanian recebeu muitos prêmios ao longo dos seus 50 anos de carreira, portanto veja abaix0 mais informações desta atriz abaixo.
Você Sabia?
Que os pais de Aracy Balabanian pais vieram para o Brasil da Armênia, fugindo do genocídio promovido naquele país pelos turcos otomanos. Eles fixaram residência em Campo Grande, capital do atual estado de Mato Grosso do Sul onde Aracy e os irmãos nasceram.
Aracy Balabanian 1

A atriz Aracy Balabanian nunca se casou ou teve filhos

Carreira

A atriz Aracy Balabanian, nasceu em 22 de fevereiro de 1942, na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Sendo que em 1955, Aracy Balabanian se mudou com a família para São Paulo, onde mais tarde Aracy viria a fazer a faculdade de Artes Dramáticas, mesmo contra a vontade de seu pai.

Aos 22 anos de idade, Aracy Balabanian, terminou a faculdade de Artes Dramáticas, Aracy e estreou profissionalmente no teatro. Sendo que em 1965, Aracy Balabanina começou a trabalhar na televisão, onde protagonizou as principais novelas da extinta Rede Tupi. Entre os anos de 1972 a 1974, Aracy participou da série educativa para o público infantil, Vila Sésamo, que era exibida pela Rede Globo e TV Cultura. Mas quando o programa acabou, Aracy voltou a fazer novelas, consagrando-se definitivamente em Rainha da Sucata, onde interpretava a divertida dona Armênia.

publicidade:

Outro personagem de Aracy,que foi um estrondoso sucesso em todo país, foi Cassandra do programa humorístico  Sai de Baixo, onde ela atuou  por quase 7 anos. No teatro Aracy Balabanian, atuou em peças que se tornaram verdadeiros ícones  do teatro brasileiro, como a peça  Hair em 1968 e a peça Clarice Coração Selvagem, de 1998, onde Aracy interpretou Clarice Lispector.

Trabalhos de Aracy Balabanian na Televisão e Teatro

Televisão

1964 Marcados pelo Amor- Lúcia- TV Record
1966 O Amor Tem Cara de Mulher- Matilde- TV Tupi
1966 Um Rosto Perdido –Alba- TV Tupi
1967 Angústia de Amar – Jane -TV Tupi
1967 Meu Filho, Minha Vida- Nellie -TV Tupi
1967 Sublime Amor -Helena -TV Excelsior
1968 Antônio Maria –Heloísa- TV Tupi
1968 O Coração Não Envelhece – TV Tupi
1969 Nino, o Italianinho –Bianca- TV Tupi
1971 A Fábrica -Isabel -TV Tupi
1972 O Primeiro Amor- Giovana- Rede Globo
1972 Vila Sésamo Gabriela Rede Globo

TV Cultura

1974 Corrida do Ouro- Teresa -Rede Globo
1975 Bravo! Cristina Lemos-  Rede Globo
1976 O Casarão- Violeta Souza- Rede Globo
1977 Locomotivas-  Milena Cabral- Rede Globo
1978 Pecado Rasgado -Teca -Rede Globo
1980 Coração Alado -Maria Faz Favor- Rede Globo
1981 Brilhante- Vera Mesquita -Rede Globo
1982 Elas por Elas -Helena Aranha Muniz- Rede Globo
1983 Guerra dos Sexos- Greta- Rede Globo
1984 Transas e Caretas –Ana- Rede Globo
1985 Ti Ti Ti –Marta- Rede Globo
1986 Mania de Querer -Lúcia -Rede Manchete
1987 Helena- Úrsula- Rede Manchete
1989 Que Rei Sou Eu? Maria Fromet / Lenore Gaillard -Rede Globo
1990 Rainha da Sucata- Dona Armênia- Rede Globo
1991 Felicidade –Paquita- Rede Globo
1992 Deus Nos Acuda -Dona Armênia -Rede Globo
1994 Pátria Minha- Rosário -Rede Globo
1994 A Desinibida do Grajaú -Esperança -Rede Globo
1995 A Próxima Vítima (telenovela) Filomena Ferreto-Rede Globo
1995 Engraçadinha… Seus Amores e Seus Pecados – Dona Geninha- Rede Globo
1996-2002 Sai de Baixo- Cassandra Mathias Salão Pereira- Rede Globo
2001 Brava Gente- Custódia- Rede Globo
2002 Sabor da Paixão- Hermínia Lemos- Rede Globo
2003 Linha Direta -Ana Rosa Naves- Rede Globo
2004 Da Cor do Pecado- Germana Cordiolli Lambertini -Rede Globo
2005 A Lua Me Disse -Leontina Sá Marques -Rede Globo
2007 Eterna Magia -Inácia Finnegan -Rede Globo
2008 Casos e Acasos Amélia (um episódio) Rede Globo
2008 Queridos Amigos -Teresa Fernandes Moretti -Rede Globo
2008 Toma Lá, Dá Cá Shafika Sarakutian (episódio: “A Ilha do Dr. Ladir”) Rede Globo
2008 O Natal do Menino Imperador- D. Mariana -Rede Globo
2010 Passione -Gemma Mattoli- Rede Globo
2012 Cheias de Charme -Máslova Tilman- Rede Globo
2013 Saramandaia -Dona Eponina Camargo (Pupu) -Rede Globo

 Teatro

1963 – Os Ossos do Barão
1966 – Oh, que delícia de guerra
1969 – Hair
1977 – Brechet, segundo Brechet
1980 – A Direita do Presidente
1985 – Boa noite Mãe
1985 – O Tempo e os Conways
1988 – Folias no Box
1991 – Fulaninha e Dona Coisa
1995 – Dias Felizes
1998 – Clarice Coração Selvagem
2006 – Comendo entre as refeições

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook