Atualizado em: 22 julho 2011

José de Alencar - Biografria e Obras

Conheça um pouco mais da vida e obra de José de Alencar, um dos maiores escritores brasileiros.

José de Alencar foi um dos maiores escritores que tivemos e era um apaixonado por nossa terra retratando de forma incrível em suas obras mitos, festas religiosas, lendas tradições tudo que pudesse retratar o Brasil.

publicidade:

Este maravilhoso escritor nasceu em Macejana no Ceará no dia 1 de maio de 1829 e faleceu no dia 12 de dezembro de 1877 no Rio de Janeiro e dede pequeno já adora ler também gostava da natureza e da vida sertaneja.

Ele viveu na Bahia, em seguida foi com a família para o Rio de Janeiro, mas a faculdade foi feita em São Paulo onde se formou em direito. Depois de formado é que voltou ao Rio de Janeiro onde exerceu a profissão escrevendo no Correio Mercantil e no Jornal do Comércio.

Ele foi Deputado Federal embora sua vontade fosse ser eleito Senador e por não ter conseguido após o mandato abandonou a carreira política se dedicando integralmente as suas obras literárias que não foram poucas.

Publicava em forma de cartas e folhetins algumas de suas obras e em 1857 foi que se tornou popular com O Guarani.

Escreveu muitas coisas interessantes romances, escritos políticos, crônicas, romances indianistas, obras teatrais, poesias e todas as suas obras foram aclamadas e por esta razão ele foi o escritor que consolidou o romance brasileiro.

Infelizmente em 1876 José de Alencar já muito doente viajou com sua esposa e filhos para a Europa para se tratar de tuberculose e faleceu em 1877 no Rio de Janeiro vítima desta doença.

Deixaremos abaixo as suas principais obras e as datas que foram publicados.

Obras de José de Alencar

  • O Guarani (1857);
  • Iracema (1865);
  • As minas de prata (1865);
  • Alfarrábios (1873);
  • Ubirajara (1874);
  • Guerra dos mascates (1873).
  • Romances urbanos:
  • Cinco minutos (1857);
  • A viuvinha (1860);
  • Lucíola (1862);
  • Diva (1864);
  • A pata da gazela (1870);
  • Sonhos d’ouro (1872);
  • Senhora (1875);
  • Encarnação (1893, póstumo)
  • O gaúcho (1870);
  • O tronco do ipê (1871);
  • Til (1872);
  • O sertanejo (1875).

Com certeza você já deve ter lido alguns destes romances de José de Alencar já que são muito bonitos e escolhidos por professores em nossa fase de ensino médio.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook