Atualizado em: 11 agosto 2010

Folclore – Cantigas de Roda

Em tempos de internet, video-games e a tecnologia a mil, percebemos quanto o significado de diversão mudou para as crianças e jovens. Brincadeiras tão comuns como boneca, pular corda, amarelinha, contar histórias, colecionar figurinhas e outras vêm sendo deixadas de lado e até mesmo esquecidas.

publicidade:

As crianças das gerações anteriores passavam horas se entretendo com essas brincadeiras e nem por isso eram menos felizes e realizadas. Uma brincadeira muito comum eram as rodas, embaladas por cantigas.

Cantigas de roda, cirandas ou brincadeiras de roda são brincadeiras infantis onde as crianças formam uma roda de mãos dadas e cantam melodias folclóricas, podendo executar ou não coreografias de acordo com o que manda a letra da música. Tal brincadeira era muito utilizada nas escolas com o intuito de aproximar as crianças e mostrar o quão divertido e necessário era brincar/trabalhar em grupo.

Não se sabe ao certo como tal expressão folclórica surgiu, mas acredita-se que podem ter sido originadas de músicas modificadas de autores populares ou que tenha nascido de forma anônima na população sendo algo passado de pai pra filho e assim sucessivamente.

Entre as mais conhecidas cantigas de roda estão “Sapo Cururu”, “Atirei o Pau no Gato”, “Escravos de Jô” e “O Cravo e a Rosa”.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook