Cidades Históricas em SP

Cidades História [1]O Estado de São Paulo retém uma fama de fusão cultural decorrente de seus sucessivos recebimentos de imigrantes. O Estado possui um itinerário completo de cidades históricas, e você pode conferir algumas e seus respectivos surgimentos neste artigo.

Embu das Artes

Município do Estado de São Paulo, Embu das Artes foi criado em na primeira metado do século XVII, tendo sido fruto de uma doação de terras pertencente ao casal Fernão Dias Paes e Catarina Camacho aos jesuítas sob as condições de que  culto ao Santo Crucifixo e a festa de Nossa Senhora do Rosário, a quem a pequena capela da fazenda era dedicada, fossem obedecidos.

Bananal

Cidades História [2]Embora datas e origens não sejam completamente certeiras, acredita-se que a cidade de Bananal e outros municípios próximos possuam sua fundação entre os séculos XVII e XVIII, dentro do ciclo do ouro no Brasil, justamente pela necessidade de povoados que se situassem na passagem do ouro mineiro até o porto no Rio de Janeiro.

A sesmaria do rio Bananal, foi destinada a João Barbosa Camargo e sua mulher, que no ano de 1783, mandaram uma capelinha rústica, dedicada ao Senhor Bom Jesus do Livramento. Ao redor dela, acabou crescendo o povoado de Bananal, cujo nome se trata de uma adaptação incorreta da palavra indígena “banani”, cujo significado é “sinuoso”, devido ao caminho cheio de curvas do rio que cruzava a terra, além de mencionar os vários bananais que por ali existiam.

São Luis do Paraitinga

Cidade Hist.O município divide espaço na Serra do Mar entre as cidades de Taubaté e Ubatuba, tendo sido fundado em 1769, tendo ficado com o epíteto de “celeiro do Vale do Parnaíba”.

Neste município situa-se a casa, agora convertida em museu, do famoso sanitarista Oswaldo Cruz, além de ser nele famosa a Festa do Divino, que é realizada 50 dias depois do feriado de Páscoa, devido a sua forte influência católica.

Paranapiacaba

Com o significado de “lugar onde se vê o mar”, em tupi-guarani, no território de Paranapiacaba, de localização serrana – mais especificamente na Serra do Mar –, era clara aos indígenas a vista para o oceano. De início, a vila era apenas um acampamento de operários da estrada de ferro Santos-Jundiaí que, quando foi inaugurada em 1867, necessitou da fixação daqueles para a sua manutenção, tendo sido construída a Estação Alto da Serra – o primeiro nome dado ao vilarejo.

Acabou ganhando importância devido a sua localização, tendo, na mesma época, sido fundada a cidade atualmente conhecida como Santo André, antes Estação São Bernardo, sendo a ela que a vila de Paranapiacaba pertence.