Atualizado em: 31 maio 2010

Acaciano – Significado

Viemos aqui trazer um pouquinho de cultura para vocês, afinal de contas o saber não ocupa espaço, não acham?

publicidade:

Hoje em dia com tantas gírias, acabamos por esquecer muitas palavras e seus significados.

Muitas vezes estas palavras são tão antigas que nem conhecemos, outras já ouvimos falar, mas por não ser usual, nem nos lembramos do seu significado.

Acaciano, o que seria?

“Acaciano” é outro termo curioso. Tem origem no nome de um personagem criado por Eça de Queirós, o escritor português do século 19, autor do romance “O Primo Basílio”, no qual surge o célebre Conselheiro Acácio.

Espécie de paladino da moral e dos bons costumes cristãos tinha um falar afetado, repleto de fórmulas convencionais, chavões, frases vazias e citações.

O adjetivo “acaciano” deriva do nome desse personagem e designa, sobretudo o discurso vazio, enfeitado, pomposo, mas sem conteúdo, beirando o ridículo.

Uso preciso do termo está num fragmento de crônica de Carlos Heitor Cony, que, aliás, usa com freqüência o adjetivo: “Cada vez que o presidente da República dá um giro lá fora, a impressão que fica é a de uma caricatura, às vezes pomposa, às vezes ridícula, como é da natureza das caricaturas.

Antenado para o auditório mais próximo fisicamente, ele fala qualquer coisa sobre qualquer tema.

Sabe que dois e dois são quatro e essa obviedade é brandida em todas as situações, mas sempre com deslumbrada ênfase acaciana, de verdade recém-descoberta e inapelável.

Portanto esta palavra “acaciano” é um adjetivo e substantivo masculino que ou quem se mostra afetado, ridículo pelo uso de fórmulas convencionais ao falar ou pela maneira pomposa de ser.

Guardem bem esta palavra, nunca sabemos quando teremos que usá-la!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook