Atualizado em: 24 outubro 2012

Livro ''A Ira de Nasi'' – Sinopse e polêmicas

O livro do Nazi conta a historia dos 26 anos do Ira! e de seus 50 anos de uma vida atribulada e cheia de momentos bons e ruins em toda a sua carreira.
Você Sabia?
Que Ira foi uma banda brasileira de rock and roll, formada em 1981, na cidade de São Paulo. Depois de tanto tempo de estrada a banda anunciou seu término em setembro de 2007.

Ex líder da banda Ira, Nasi lança seu polêmico livro, que fala sobre passagens da sua vida, e os vários escândalos

Quem escutou por tanto tempo, a potente voz de Nasi (Marcos Valadão Rodolfo), que se consagrou no vocal da banda Ira!, onde se consagrou, se envolveu em muitas polêmicas; poderá conferir tudo isso, na sua mais recente obra.

Sobre o Livro

O livro ” A Ira de Nasi”, escrito por Mauro Beting e Alexandre Petillo, traz toda a vida do cantor, desde sua infância, passando pela adolescência, momentos com a banda, drogas, amores, e muita, mas muita polêmica, que vai pegar a galera de surpresa.

publicidade:

Polêmica

Na obra o cantor não poupa ninguém, e expõe toda a vida a público, onde tem passagens que contam o relacionamento do cantor, com a também cantora Marisa Monte, que aconteceu entre 1988 e 1989, onde o caso terminou, depois de Nasi confessar que, traiu a cantora em uma viagem a Nova York, e disse não se arrepender.

Envolvimento com Drogas

As drogas foi outro ponto bastante abordado no livro, Nasi, que entrou nesse mundo, juntamente quando fundou a banda Ira!, com o guitarrista Edgar Escandurra. O cantor era viciado em cocaína, e por conta da droga, sofreu um grave acidente de carro, que o fez parar de usar a substância por um tempo, mas algo que não durou muito, e ele voltou a ser um usuário.

Nasi conta, que o seu relacionamento com a atriz Marisa Orth, que durou apenas dois meses, acabou por conta do vício em cocaína, além de um outro relacionamento com uma dançarina, em que o roqueiro era apaixonado, ter se sucumbido pelas drogas. O fato fez com que o cantor se internasse, em 1997, e buscasse a libertação do problema, que estava afundando sua carreira.

Relacionamentos

Na questão dos relacionamentos, Nasi sempre creditou a si mesmo, que não era um cara fiel, mas se retratou de uma declaração dada para a revista Playboy, em 2009, quando disse que já havia dormido com mais de mil mulheres. O cantor confessa que exagerou, mas que o número de mulheres com quem se relacionou foi grande, e que teve muitas amantes.

Fim da Banda

Nasi fez um apanhado geral de tudo que viveu, dos momentos áureos do Ira!, aos problemas atuais com que fizeram a banda acabar, a briga com o próprio irmão e empresário, Airton Valadão Junior, além de citar os seus desafetos, que vão de músicos, passam por jornalistas, gravadoras, rádios e por ex-parceiros. Tudo isso e muito mais está no livro ”A Ira de Nasi”.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook