Modificado em: 13 abril 2009

Como deixar o Computador mais rapido

Saiba tudo o que você precisa fazer, para que seu computador fique mais rapido.

Você pressiona os botões para ligar o computador e monitor, verifica todos os cabos e assim que a barra de inicialização do Windows sai para tomar um café.

Logo em seguida você volta, e percebe que seu computador ainda nem da mesma tela.

Isso ja aconteceu comigo, más não se preocupe, pois este problema de “lerdeza avançada” sempre tem uma solução.

Importante para o sucesso com a otimização da inicialização de um sistema, é que o usuário tenha uma noção de onde se encontra a lentidão.

Telas pretas

É nas “telas pretas” que a coisa não anda, durante aquela passagem de barras do Windows. Seja em qualquer uma delas, abaixo você encontrará as principais dicas para fazer com que seu computador voe durante a inicialização tanto com o Windows Vista quanto com o Windows XP.

Confira Abaixo como funciona toto o processo

Primeira regra

Nunca deixar periféricos conectados desnecessáriamente durante a inicialização, sejam eles câmeras, pendrives ou quaisquer outros. Isso força o Windows a gastar ainda mais tempo reconhecendo-os. Se o desempenho apenas da inicialização não está bom, imagine com o sistema cheio de penduricalhos! Plugue-os apenas quando necessário!

Programas na inicialização

Ao instalar novos programas em seu computador, você não só está ocupando mais espaço em seu disco rígido, mas como também na memória RAM. “Mas eles não gastam ela só quando são abertos”? A resposta para esta pergunta é sim, mas acontece que alguns deles são programados para entrarem em funcionamento (ainda que em plano de fundo) junto com a inicialização do Windows.

Para descobrir se é o caso de algum dos seus programas favoritos, experimente navegar até as opções dele e verificar se existe algo como “Carregar na inicialização” ou ainda “Load on StartUp”. De qualquer maneira, desativá-los (junto com muitos outros) é tarefa simples que não requer prática e nem habilidade. Vamos lá!

Abra a caixa “Executar” pelo menu Iniciar e digite “msconfig” (caso ela não esteja disponível, pressione as teclas Windows+R para ativá-la).

Janela executar

Na nova janela que se abrirá você terá acesso completo ao funcionamento da inicialização de programas e de serviços que o acompanham. O que queremos está na aba “Inicialização de Programas”, portanto não hesite em acessá-la.

Janela de configuração da inicialização

Aqui todos os programas listados podem ser carregados na inicialização. A diferenciação entre os ativados e desativados é feita por meio da marcação nas pequenas caixas de seleção. Não se desespere com a idéia de danificar seu sistema com a desativação deles, uma vez que praticamente todas as alterações são reversíveis. Leia atentamente as descrições de cada um deles para saber se podem ou não sair da inicialização.

Boas opções para você desativar na inicialização de sistema:

• Windows Live Messenger (MSN).
• Outros programas de IM (Skype, e similares).
• Programas P2P, como Azureus, BitComet e afins.
• Programas de multimídia como QuickTime, Nero, iTunes e família Adobe.

Alguns dos supérfluos

Se você está se perguntando a respeito do impacto da retirada de programas como o QuickTime, não se preocupe, pois seus recursos serão carregados assim que você decidir abri-lo manualmente, poupando potência do seu processador na entrada de sistema. Nada mais será alterado e você ganhará segundos cruciais.

Se existem os itens supérfluos para o sistema, existem também aqueles que nunca devem ser desativados. Alguns dos principais exemplos que devem permanecer marcados o tempo inteiro (por razões de segurança ou ainda do bom funcionamento de seus drivers e componentes físicos) são:

• Drivers de placas de vídeo (nVidia, ATI, Intel Media Graphics, etc.).
• Sistema Operacional Windows.
• Antivírus e outros sistemas de segurança.

Necessários

Mesmo sendo eles vitais para o bom funcionamento de sua máquina, voltamos a salientar que a maioria das mudanças para esta tela é reversível, bastando repetir os procedimentos descritos para reativá-los.

Otimização de seleção do sistema

Ainda nesta mesma janela, navegue até a guia “Inicialização do Sistema”. Nela você pode ajustar os valores de espera para a seleção entre sistemas operacionais (quando há mais de uma versão instalada na máquina). Por padrão ele vem em 30 segundos, o que acarreta em um bom atraso na inicialização caso você não esteja por perto para apertar o botão. Experimente alterá-lo para três ou ainda cinco segundos.

Inicialização sem frescuras

Mais abaixo está a opção “Nenhuma inicialização da GUI”, que desativa a inicialização da primeira tela (que contém a barra de rolagem, sendo substituída por uma imagem abstrata). O impacto da desativação não é tão notável, mas todo segundo conta! Querendo restaurar tudo ao normal, basta reativá-la.

Desligando serviços

Pela mesma tela de msconfig é possível também editar quais serviços do Windows você deseja que carreguem junto ao sistema. Cada um tem sua função específica, mas é provável que muitos não sejam sequer utilizados em sua máquina. Entretanto, sugerimos que você não os edite por aqui, mas sim por outra janela que não mostra componentes vitais e serviços obrigatórios para o funcionamento do sistema operacional.

Comando executar

Para encontrá-la no Windows Vista, simplesmente abra o Menu Iniciar e digite “Serviços”, para que o aplicativo se abra. Já no Windows XP, siga até Painel de Controle > Ferramentas Administrativas > Serviços. Uma alternativa válida para ambos os sistemas é abrir a caixa “Executar” (o atalho é Win+R) e digitar services.msc.

Janela de seleção de serviços

O mais legal dela é que são mostradas descrições de cada um dos itens que compões a lista. Portanto, ao desativar algo, você saberá quase que exatamente o que ele fazia e qual era sua responsabilidade.

Desativando componentes desnecessários

Assim como não é bom deixar programas rodando em plano de fundo quando eles não estão sendo utilizados, o mesmo vale para todos os dispositivos e recursos do seu computador. Se há alguma placa ou dispositivo que você tem certeza que não entrará em atividade por um bom tempo, siga até o Gerenciador de Dispositivos e desative-o.

Acessando as propriedades de sistema pelo Computador

Para fazer isso, basta clicar com o botão direito do Mouse sobre o item desejado na lista e selecionar a opção “Desativar”, que é reversível e temporária. Nunca clique na opção desinstalar, pois ela removerá seus drivers do item a que se refere.

Desativando o que não é usado!

Um pouco além do Windows

Otimizações básicas na sua BIOS e no carregamento do sistema

Por fim, para deixar seu computador tão rápido quanto uma bala em termos de inicialização, podem ser ajustadas algumas opções na sua BIOS. Ela geralmente pode ser acessada assim que o computador é ligado, pressionando DEL antes da inicialização do Windows e da bateria de testes. Em alguns computadores a tecla de acesso pode ser também F2 ou F12. Confira o comando que é mostrado.

Tela de Bios - ela pode ser diferente no seu PC

A primeira parte de modificações envolve desativar os testes adicionais de hardware e memória e mensagens de erros, portanto, se você quer sempre verificar o estado de seu “companheiro”, pule esta etapa. Além dos testes de memória RAM, a Bios ainda vem configurada de fábrica para exibir todas as falhas de leitura de discos rígidos, de localização de dispositivos ATA e outras ferramentas.

Se você deixou a leitura para o modo automático, mas não existe nada conectado ao cabo dentro do computador, ele perderá tempo fazendo a verificação. Portanto prossiga até a configuração de discos e desative tudo o que não tiver sido reconhecido ou que você está certo de que não está presente). Assim não há perda de tempo com buscas e o sistema dá mais um salto em velocidade.

Configuração da sequência de Boot

Se não for utilizar a opção de inicialização por CDs ou DVDs, pode inverter a ordem de Boot para deixar seu disco rígido em primeiro lugar. Pois o computador não perde tempo localizando novas mídias.

Lembre-se: este procedimento de inversão da ordem de boot é reversível a qualquer instante, mesmo quando o Windows apresenta falhas e é necessária restauração.

Estas modificações, quando bem aplicadas, têm tudo para deixar seu computador realmente bem rápido, não só na parte da inicialização, mas também já dentro do sistema. A lista de coisas para fazer e testar é longa, mas vale a pena e, uma vez aprendida, poderá ser aplicada em instantes por você em qualquer máquina.Não tenha medo de fuçar e brincar com o sistema.

Fonte: Site IG


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook