Atualizado em: 1 agosto 2011

Virus Barrier iOS, um antivirus para iPad, iPhone e iPod

O grande sucesso dos dispositivos Apple fez com que vírus começassem a ser produzidos em massa para esta plataforma. Conheça uma ferramenta para se proteger.

Virus Barrier iOS, um antivirus para iPad e iPhoneO sistema operacional iOS deixou de ser livre de vírus há bastante tempo, e os entusiastas da Apple já não podem mais se gabar disso. Portanto, as empresas de segurança viram outro novo e “suculento” nicho de mercado se abrir, que são todos os gadgets que executam o iOS , como iPod Touch, iPhone ou iPad.

Uma empresa chamada Intego, criou um aplicativo antivírus chamado Virus Barrier IOS, que está disponível na  App Store por um preço de 2,99 dólares. A atualização anual custa mais 1,99 dólares e garante a continuidade do acesso ao banco de dados de assinaturas de vírus. Vamos conhecer as principais funções do Virus Barrier iOS:

publicidade:
  • Verifica arquivos recebidos por e-mail ou armazenado em locais remotos.
  • Busca malwares conhecidos para Mac, Windows e sistemas *NIX (linux, unix, etc).
  • Busca spyware , trojans, adwares, ferramentas hackers, keyloggers, etc.
  • Verifica os arquivos ZIP e arquivos de restauração infectados.
  • Permite analisar os anexos de e-mail , arquivos baixados do Safari e aplicações de transferência de arquivos, como o iTunes.
  • Suporta a análise de arquivos na nuvem, como o Dropbox, iDisks e WebDav.
  • Analisa as URLs onde você sê se conecta via Safari para bloquear sites maliciosos.
  • Atualização automática durante o período de subscrição de assinaturas.
  • Varredura em segundo plano.

Este antivírus, como todos os outros, pode fazer uma verificação de arquivos periódica, rodando em segundo plano. De qualquer forma, os ataques à dispositivos iOS se limitam quase que exclusivamente a dispositivos que tenham sido submetidos ao procedimento de desbloqueio (jailbreak). Os dispositivos bloqueados, em tese, só poderiam ser vítimas de vírus se a Apple permitisse que algum aplicativo infectado fosse posto à venda na App Store, e você o comprasse.

As recomendações para não ser infectado por vírus são as de sempre: não abra e-mails desconhecidos ou suspeitos, não baixe arquivos de origem duvidosa e acima de tudo, use do bom senso. O iOS ainda é uma plataforma fechada e restrita, cuja maior falha de segurança é aplicativo de email.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook