Atualizado em: 31 agosto 2011

Samsung cria serviço de mensagens instantâneas

Com o fim do SMS chegando, os fabricantes de dispositivos móveis investem em sistemas de mensagens instantâneas próprios, com o novo Ch@tON da Samgung.

Samsung cria serviço de mensagens instantâneas

Dado o sucesso de alguns sistemas móveis de mensagens instantâneas, como o PIN do BlackBerry ou o aplicativo WhatsApp parece que as empresas de telefonia estão se focando na comunicação multimídia entre os dispositivos, já que nos últimos anos está se consolidando uma tendência de substituição do velho SMS.

publicidade:

A Samsung não quer perder o bonde, por isso apresenta um novo serviço móvel de mensagens instantâneas chamado Ch@tON, projetado para interligar os aparelhos de qualquer fabricante. Qualquer trocadilho com o neologismo “chaton”, não foi sugerido por mim, ok?

Ch@tON será lançado em outubro, depois de sua apresentação na feira de tecnologia IFA, realizada todos os anos em Berlim, Alemanha. A aplicação será multiplataforma, e virá pré-instalada nos aparelhos que rodam Android, além do novo sistema operacional da Samsung, Bada. Ao longo dos meses, será gradualmente introduzida nos principais tablets, laptops e telefones da Samsung, mas também pode ser instalada em outros dispositivos que não sejam da marca.

Ampla disponibilidade

Este aplicativo estará disponível em mais de 120 países, em 62 línguas, e deseja romper todas as barreiras e expandir as comunicações móveis a nível mundial. Dependendo do seu sucesso, que é muito provável, o Ch@tON poderá se tornar um dos gigantes das mensagens instantâneas móveis, ao lado do BlackBerry PIN, WhatsApp, Nimbuzz e outros serviços semelhantes.

Duas versões

De acordo com a empresa coreana haverá duas versões de Chaton. Uma terá funcionalidade básica para o envio de imagens, calendários e contatos e a outra, mais completa, terá registro de comentários, perfis de usuário, mensagens animadas e até um ranking de contatos com mais interação.

Fonte: Samsung

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook