Atualizado em: 25 agosto 2011

Nokia 100 e 101, dois celulares de baixíssimo custo

A Nokia anunciou os modelos 100 e 101, dois celulares voltados para locais do mundo onde os recursos financeiros são extremamente escassos.

Nokia 100 e 101, dois celulares de baixíssimo custo

Nos primeiros celulares, os usuários podiam apenas falar e enviar SMS, depois conseguiam navegar na Web, então passaram a gravar vídeo, então já podiam executar os melhores jogos que foram previamente concebidos apenas para consoles.

publicidade:

Mas algumas pessoas não têm acesso a esses telefones mais sofisticados, não porque querem, mas simplesmente porque não podem. Algumas pessoas ainda têm que viver se perguntando conseguirão chegar ao fim do mês com seus escassos recursos financeiros. Nestes casos, a tecnologia não é a coisa mais relevante.

Para esses lugares mais problemáticos do mundo, como a África e Ásia, a Nokia lançou o que a empresa diz ser os celulares mais baratos do mercado: o Nokia 100 e 101 . Estes dois celulares, muito parecidos como o antigo Nokia 1100, executam o Symbian Series 30, e a única diferença entre eles, é que o modelo 101 suporta dois chips e toca MP3. Suportar dois chips foi pensado porque, às vezes, os telefones são compartilhados. Na verdade os dois podem armazenar contatos diferentes em listas completamente separadas umas das outras.

Kenneth Oyolla, diretor geral da Nokia revela que no sudeste e leste da África, cerca de 85 por cento da população tem celulares simples em vez de smartphones. É este tipo de mercado que a Nokia quer suprir com os modelos 100 e 101.

O desenvolvimento do sistema operacional foi projetado para torná-lo o mais simples possível, com ícones grandes que permitem qualquer um entender seu funcionamento, mesmo aqueles que praticamente não tem qualquer intimidade com tecnologia ou nem mesmo sabem ler.

Algo que não pode faltar em locais onde a eletricidade é escassa, é uma pequena lanterna que estes aparelhos incorporam. A duração da bateria foi uma das coisas que recebeu maior atenção. Estes aparelhos têm autonomia, pelo menos de acordo com a empresa, de 32 dias em stand-by e oito horas de conversação.

Ambos têm rádio FM e o modelo 101 pode receber cartões de memória de até 16GB e, melhor de tudo é o seu preço: 25 Euros para o Nokia 101 que deve sair neste trimestre e 20 Euros para modelo 100.

Ainda que não tenham como alvo o mercado brasileiro, é possível que cheguem por aqui através de importadores independentes, e o local certo para procurar é o Mercado Livre.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook