Atualizado em: 18 julho 2011

Motorola defende fragmentação do Android

Motorola defende fragmentação do AndroidA Motorola tem baseado quase toda a sua estratégia para o segmento de dispositivos móveis no sistema operacional Android, da Google. Mas, apesar de uma das principais críticas feitas à plataforma, a fragmentação do sistema operacional Android não é um problema, mas um benefício, de acordo com a declaração feita por Christy Wyatt, vice-presidente corporativo da Motorola Mobility.

Para quem está por fora, a fragmentação a que me refiro se consiste na grande variedade de aparelhos usando o Android. São muitas dimensões de display, resoluções diferentes, alguns touchscreen, alguns com teclado QUERTY, outros com teclado simples, e por ai vai. Outros sistemas operacionais como o iOS da Apple usado no iPhone não tem este problema, pois são poucos modelos existentes deste aparelho, todos praticamente iguais.

publicidade:

Durante a conferência AnDevCon (Android Developer Conference),Wyatt defendeu a fragmentação com o argumento de que os clientes têm o luxo de escolher o tamanho da tela, preço e outras características, em lugar de serem obrigados a aceitar uma configuração padrão, apesar do trabalho extra para os desenvolvedores envolvidos otimizarem uma aplicação para diferentes versões do Android.

No entanto, Wyatt admite que este benefício tem algumas desvantagens: “administrar diferenciação contra fragmentação é um equilíbrio delicado” ao referir-se a dificuldade dos desenvolvedores para fazer uma aplicação que fica bem tanto em smartphones high-end, como smartphones de baixo custo, tamanho de tela menor, etc.

Via InfoWorld

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook