Atualizado em: 5 outubro 2011

iPhone 4S: finalmente uma câmera boa

Gravação em full HD, estabilização de imagem, fotos HDR, capturas mais rápidas, mais nitidez e outros recursos tornam a câmera do iPhone 4S seu grande destaque.
Imagem de divulgação do iPhone 4S

Imagem de divulgação do iPhone 4S

Não é de hoje que a Apple é criticada por dotar seus dispositivos com câmeras “fracas”. É consenso que um aparelho que carrega consigo a expectativa de “encantar” o cliente, deveria possuir uma câmera “decente”. E parece que a Apple finalmente aprendeu a lição com o iPhone 4S.

O nova versão do telefone da Apple, o iPhone 4S, chegou com câmera de 8 megapixels que consegue gravar vídeos em Full HD (1080p), trazendo ainda outras novidades, como processador A5, suporte à redes 4G e reconhecimento de voz (que não funciona em português). Talvez você queria ler meu artigo onde mostro suas novidades: O novo iPhone 4S chegou.

publicidade:

O que mudou?

O iPhone 4S chega com câmera de 8 megapixels, superando os 5 megapixels da versão anterior em 60%. Não que aumento de pixels signifique necessariamente qualidade, principalmente em câmeras de celular, onde o pequeno tamanho do sensor sempre deixará este tipo de aparelho comendo poeira das câmeras digitais. Mas pelo menos, poderemos fazer ampliações maiores das imagens capturadas.

O que realmente faz diferença é o processamento da imagem, e nisto o iPhone 4S se sai bem conforme veremos no decorrer do artigo.

Imagens mais nítidas

iPhone 4S: imagens mais nítidas (divulgação Apple)

Falando no sensor, esta nova versão consegue trabalhar melhor com a iluminação ambiente, produzir imagens mais nítidas, mesmo em condições deficientes. O balanço de branco ficou 26 por cento mais eficiente. Uma abertura de f/2.4 promete boas fotos com baixa  iluminação. O filtro híbrido elimina a luz infravermelha prejudicial, então você verá cores mais precisas e uniformes.

O iPhone 4S não tem medo do escuro

Melhor processamento de imagens (divulgação Apple)

Melhor processamento de imagens (divulgação Apple)

A nova câmera consegue capturar boas imagens com pouca iluminação, como luz de velas ou mesmo a luz do luar, mas também faz bonito ao lidar com fotos sob luz intensa, como na praia, por exemplo.

O novo sensor possui maior sensibilidade e consegue capturar imagens com menor tempo de exposição que a versão anterior do iPhone. As cores ficaram menos saturadas e mais detalhes podem ser observados. O flash LED entra em ação quando necessário, mas pode ser desligado sempre que desejarmos.

Detecção de rostos

Face detection no iPhone 4S (divulgação Apple)

Face detection no iPhone 4S (divulgação Apple)

O sistema de detecção de rostos (face detection, em inglês) agora é capaz de reconhecer até 10 pessoas, enquanto controla a exposição da luz.

Fotos HDR

Fotos HDR (divulgação Apple)

Fotos HDR (divulgação Apple)

O iPhone 4 consegue transformar esta técnica complicada em algo simples. Basta escolher o modo HDR e o telefone se encarrega de capturar 3 imagens com um único clique. Cada uma destas imagens é capturada com níveis de exposição diferentes, e um software faz a mesclagem das três, formando uma única imagem que aproveita o melhor delas.

O resultado são imagens, que na maioria da vezes, escondem aqueles pedaços escuros ou eliminam áreas iluminadas em demasia.

Se comprar um iPhone 4S, por favor, não cometa o pecado de tirar fotos sem o recurso HDR ativado. É como ter um baita sistema de som no seu carro e escolher o som de um radinho de pilhas.

Vídeos Full HD

Finalmente: vídeos em resolução máxima! Agora podemos gravar vídeos em full HD (1080p), com processamento de imagem que reduz bastante aquele efeito de imagem granulada.

Câmera mais rápida

A captura de fotos está 33 por cento mais rápida. Segundo a Apple, chega a ser quase dois segundos mais rápida que os concorrentes do iPhone 4S.

Estabilização de imagem

O sistema de estabilização de imagem foi aperfeiçoado, garantindo fotos sem borrões e vídeos sem “tremidas”

Edição de fotos

Edição de fotos (divulgação Apple)

Edição de fotos (divulgação Apple)

O iPhone 4S possui recursos para edição de vídeo no próprio telefone, onde é possível cortar, girar, melhorar as fotos e remover olhos vermelhos. Tudo isso sem necessidade de um software de edição de fotos no computador.

Foto Stream

Foto Stream (divulgação Apple)

Foto Stream (divulgação Apple)

O iPhone 4 possui um recurso chamado Photo Stream que usa o iCloud para enviar suas fotos para servidores na Internet (nuvem), onde elas podem ser sincronizadas com outros dispositivos da Apple, como outros iPhones, Ipod Touch, iPad, Mac ou mesmo um PC (com software da Apple). É possível enviar direto para o Flickr, Facebook ou Twitter, ou compartilhar na sua TV compatível com AirPlay.

Exemplos de fotos do iPhone 4

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Foto capturada com a câmera do iPhone 4S

Conclusão

Quem acompanha meus artigos no melhor blog do Brasil sabe que não sou fã da Apple. Os motivos são muitos, mas principalmente pelos baixos preços que a companhia paga à fábricas chinesas, levando-as a explorarem seus funcionários, violação de leis ambientais, práticas monopolistas e sistema fechado.

Mesmo assim, pela primeira vez, senti vontade de possuir um iPhone, mas claro, como tenho domínio próprio, vou pelo menos esperar o lançamento do iPhone 5 e compara-lo com seus concorrentes, principalmente com os telefones da Samsung. Quando eu acabar, provavelmente chegarei a conclusão que é muito dinheiro para se investir em algo que não é essencial e preferirei continuar a investir na educação do meu filho e outras coisas com maior significado existencial.

Mas eu sou eu, e você faz o que quiser com seu dinheiro!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook