Atualizado em: 13 outubro 2011

Apple impede a venda do Galaxy Tab 10.1 na Austrália

Em mais um round da guerra de patentes entre as duas empresas, desta vez a Apple vence ao conseguir impedir a venda do Samsung Galaxy Tab 10.1 na Austrália.
A esquerda, o iPad 2, e a direita, o Samsung Galaxy Tab 10.1

A esquerda, o iPad 2, e a direita, o Samsung Galaxy Tab 10.1

A batalha legal entre a Apple e a Samsung abrange os mercados de todo o planeta. O último round foi ganho pela empresa de Cupertino, que forçou a coreana Samsung a interromper a venda de seu novo tablet, o Galaxy Tab 10.1. Ainda cabe apelação, mas o dispositivo poderá perder a temporada de férias no país dos famoso pelo personagem hollywoodiano, Crocodilo Dundee.

O Tribunal Federal de Sydney proibiu a venda do Samsung Galaxy Tab 10.1 a partir de um processo movido pela Apple. Esta decisão se aplica unicamente ao mercado australiano.

publicidade:

O tribunal decidiu impedir a venda do Galaxy Tab 10.1 até que a Samsung, eventualmente, faça valer os seus direitos em um caso envolvendo duas patentes de propriedade da Apple. A tecnologia sensível ao toque do iPad é um dos pontos críticos que colocou a companhia coreana na berlinda.

A Samsung, por outro lado, continua a defender a autenticidade de seus produtos. “Estamos desapontados com esta decisão judicial e a Samsung irá tomar todas as medidas necessárias, incluindo medidas legais, para garantir que nossos produtos inovadores estejam disponíveis para os consumidores”, afirmou a empresa em uma declaração.

Para evitar o bloqueio, a Samsung terá que recorrer da decisão do tribunal com uma vista rápida, o que envolve certos riscos. Caso contrário, o Galaxy Tab 10.1 pode não estar disponível para a temporada de férias da Austrália.

Guerra dura vários meses

A batalha legal entre as duas empresas já dura vários meses. A Apple tem repetidamente processado a Samsung por violação de patentes, levando a empresa a suspender a venda dos seus produtos na Alemanha.

A Samsung, por sua vez, tenta impedir a venda do iPhone 4S e promete conseguir uma ordem judicial que obrigue a Apple a suspender as vendas do iPhone 5 em todo o mundo, logo assim que este smartphone for lançado.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook