Atualizado em: 24 fevereiro 2011


Tinta de Pintar Madeira – Modelos

Sabe aquele móvel antigo que você tem na sua casa? Pois bem, o ano está começando e você quer dar uma nova cara a sua casa, mas em compensação não quer se desfazer do seu móvel antigo?

Uma boa solução é dar uma pintura nova no seu móvel.

Obviamente, não se pode pintar de qualquer jeito até mesmo para não estragar o móvel. Existem tintas e cuidados específicos para esse tipo de reforma.

Os processos de pintura mais utilizados são:

:: Tingimentos (para dar a tonalidade requerida às lâminas e madeiras embelezando o móvel).

:: Aplicação de seladores (forma a base necessária à aplicação do verniz).

:: Envernizamento (além da beleza estética como brilho e sedosidade, protege o móvel por sua resistência a riscos e umidade).

:: Aplicação de fundos (forma a base necessária à aplicação de tintas ou laca).

:: Laqueação (efeito decorativo que apresenta um aspecto esmaltado, nas mais variadas cores, de acordo com o pedido do cliente).

:: Goffrato ( laca com textura, muito conhecido também como fórmica líquida, é um esmalte poliuretânico texturizado, de aspecto final fôsco, especialmente indicado para acabamento de móveis de escritório, cozinha, informática, dormitórios, estantes e racks).

Os produtos mais comuns utilizados no acabamento de móveis são os vernizes, seladores, tintas e fundos. Vernizes e seladores tem transparência. Tintas e fundos não tem transparência, mas tem colorações diversas.

Os efeitos de pintura mais utilizados são:

:: Decapê (marca os poros da madeira, normalmente em tonalidade clara).

:: Pátina (confere ao móvel um aspecto envelhecido, estriado numa única cor ou mesclado).

:: Alvejado (muito usado sobre o Pau Marfim confere ao móvel uma tonalidade clara, esbranquiçada e homogênea).

:: Pergaminho (confere ao móvel um aspecto de pergaminho).

:: Ebanizado (uma simulação da cor da árvore Ébano (nativa da África), confere ao móvel a tonalidade preta).

:: Marmorizado (simula o mármore).

Por vezes se torna uma escolha difícil devido à grande variedade de tintas para madeira existentes no mercado, vamos diferenciá-las:

1) Tintas à base de água são muito resistentes a luz.

2) Tintas à base de álcool, são mais fáceis de aplicar, mais difíceis de manchar, e se expandem de forma uniforme.

3) Tintas à base de cera, que como o nome indica também deixam o móvel encerado

4) Tintas à base de verniz, que colorem a madeira e a isolam da umidade, porém estas são mais difíceis de remover.

Por isto é bom fazer um teste num canto do móvel que não seja visível, e esperar secar para ver como fica.

Você pode recriar tons de coloração misturando cores (de um mesmo tipo: verniz com verniz- cera com cera-etc.).

Pronto, agora é com você!

Fonte: Faz Fácil


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook