Atualizado em: 24 janeiro 2013

Dicas de Iluminação interna para Salas e Ambientes Comuns

Veja algumas dicas para você realizar uma iluminação com estilo e bom gosto, que vai deixar a sua casa com mais brilho e auxiliar até mesmo a sua decoração.
Você Sabia?
Que Luminotécnica é um dos estudos que apresenta a aplicação de uma iluminação artifical tanto como dentro ou fora dos ambientes.
Lustre, Abajures ou arandelas, todas são validas para Iluminação interna da sua casa. (Divulgação)

Lustre, Abajures ou arandelas, todas são validas para Iluminação interna da sua casa. (Divulgação)

A iluminação é essencial para manter um ambiente agradável e bonito em ambientes internos, como nesses ambientes geralmente sofrem menos com a iluminação do sol, na parte da noite é necessário terem uma boa iluminação.

Para começar a iluminação devemos fazer algumas analises que nos ajudaram o tipo de iluminação e material que será necessário para criar um belo ambiente, como o tipo de ambiente, quais atividades serão realizadas e etc.

publicidade:

Dicas para Iluminar

Após analisarmos esses itens é preciso decidir o tipo de iluminação, existem alguns tipos mais usados, um deles é chamado de Iluminação Geral que nada mais é que a iluminação que vai ambientar sua sala, quarto e etc.

Cada ambiente tem sua arquitetura, para o estilo acima, o recomendado é o uso da luz embutida, com um forro de gesso ou algum material que permita o corte para dar efeito de uma iluminação de cima pra baixo. (Reprodução)

Cada ambiente tem sua arquitetura, para o estilo acima, o recomendado é o uso da luz embutida, com um forro de gesso ou algum material que permita o corte para dar efeito de uma iluminação de cima pra baixo. (Reprodução)

Ela é composta por luzes que deixam o ambiente visualmente confortável, sendo esse tipo de iluminação um tipo mais comum e eficiente para diversos locais pois além de “clarear” o ambiente se torna mais econômica que os outros tipos. O segundo tipo que vamos destacar é a Iluminação Indireta, que são geralmente caracterizadas pelo o uso de colunas, arandelas e abajures, esse tipo de iluminação é usado para criar detalhes no ambiente, como por exemplo dar um destaque em algum quadro, ou móvel.

É aconselhável usar esse tipo de luz com moderação e sempre em harmonia com a Iluminação Geral. Por ultimo vamos destacar a Iluminação de Tarefas, que como o próprio nome já diz, nada mais é que uma iluminação voltada para o tipo de atividade que será desenvolvida naquele ambiente, é um tipo mais raro e que deve ser usado com cuidado, para que não prejudique todo o ambiente.

O esquema de iluminação com iluminarias, o alcance do acabamento limpo da uma forma de fixação as molduras e a claridade no forro. (Reprodução)

O esquema de iluminação com iluminarias, o alcance do acabamento limpo da uma forma de fixação as molduras e a claridade no forro. (Reprodução)

Tipos de Iluminação!

Além de analisar o tipo de iluminação, vale lembrar que existem algumas regras básicas para criar um ambiente aconchegante e bem iluminado. Alguns designers usam como regra simples o uso de luzes com cores quentes para ambientes como quartos e salas, que exigem um tom de mais conforto e cores frias para ambientes que precisam ser bem iluminados como cozinhas, banheiros e escritórios.

Também devemos levar em consideração o fator de economia desses ambientes, para uma economia maior deve-se sempre usar lâmpadas fluorescentes ou as novidades do momento que são os LEDs, porém se a economia não é um fator que influencia muito, vale lembrar-se das lâmpadas mais especificas como as “PAR” e alguns outros tipos de Halogenas como as lâmpadas palito.

Com isso você vai aprender a equilibrar as luzes e dar uma nova cara para o seu ambiente. (Reprodução)

Com isso você vai aprender a equilibrar as luzes e dar uma nova cara para o seu ambiente. (Reprodução)

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook