Atualizado em: 29 abril 2010

Venda Proibida do Novo Corolla em MG

Objeto de desejo. Cobiçado por homens e mulheres. O novo Corolla 2010 chegou com um designer inovador, mais moderno, potente, bonito e….com um problema de levar o motorista a acelerar involuntariamente.

publicidade:

Foi um problema como estes que fez com que o Procon mineiro, órgão ligado ao Ministério Público de Minas Gerais, tomasse a drástica medida de suspender a venda do veículo em todo o estado.

Já ouvimos falar em suspensão de venda de medicamentos, de uma determinada marca de cosmético, mas de carro com essa, realmente, o poder público de justiça se superou. Mas sabe-se que a medida foi tomada por que alguns consumidores reclamaram dos excessos de aceleração do novo Corolla 2010, o que de fato, representa um perigo por poder causar acidentes.

A decisão tomada pela justiça entrou em vigor desde o dia 23 de abril, deixando a Toyota do Brasil em polvorosa com os sérios prejuízos que essa proibição vai trazer. Para evitar maiores problemas, a empresa já convocou os proprietários para um recall, afirmando que o problema de aceleração brusca por causa da falta de compatibilidade entre o pedal do acelerador e o tapete.

O Corolla estava sendo analisado pelo Ministério Público desde março com base em dez casos de reclamações de clientes, o que motivou o órgão a tomar a medida de suspender as vendas do veículo em todo o estado mineiro.

Além dessas ações de convocar para o recall, aToyota também se defendeu e se manifestou contra a medida do Ministério Público. O sedan tem sido um dos mais vendidos do mercado pelas novidades que trouxe no modelo 2010 e lidar com essa proibição significará uma grande perda para a empresa.

Muito embora, não se pode questionar a decisão de suspender as vendas do carro até que de fato esteja esclarecido e consertado o que fato estava causando a aceleração involuntária.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook