Conheça o sistema de injeção de combustível do carro

O sistema de alimentação, se encaminha de fornecer o que vai fazer o motor ter energia para funcionar. Esse alimento é uma mistura de ar e combustível.

O sistema de alimentação compreende o caminho percorrido pelo combustível em um automóvel.

Os do sistema de alimentação são os seguintes:

Tanque de combustível
Armazena o combustível. Na maioria dos carros atuais, a peça é feita em material plástico a fim de evitar a corrosão e sempre está longe dos motores..

Bomba de Combustível
A bomba precisa puxar o combustível que está no tanque e enviar para sistema de injeção eletrônica ou carburador por meio de uma tubulação, pode ser de funcionamento mecânico ou elétrico. A mecânica equipa carros com carburador e a elétrica os modelos com injeção eletrônica.

Cânister
Armazena os gases provenientes da evaporação do combustível. Essa peça envia esses gases ao coletor de admissão.

Filtro de Combustível
Conforme o carro o filtro é instalado logo após o tanque ou próximo à entrada do motor. Há casos em que há mais de um filtro espalhados pela tubulação. A função do filtro é evitar que a sujeira do combustível vá até o tanque.

Regulador de pressão
O regulador só existe em carros com injeção eletrênica, controla o volume e serve para deixar uniforme a pressão de combustível. O excesso de combustível, que pode ocorrer durante o funcionamento do motor, é enviado de volta ao tanque por meio de uma válvula, e é também conhecida por retorno.

Coletor de admissão
É o responsável por distribuir a mistura ar/combustível nos cilindros. Essa distribuição deve ser uniforme para o bom funcionamento do motor.

Carburador ou bicos injetores
Os dois servem para pulverizar o combustível no duto de admissão de modo que a proporção seja adequada a necessidade do motor. O mecanismo da injeção é controlado por um microprocessador.

Nos carros antigos movidos a álcool, um equipamento chamado afogador era usado no carburador para enriquecer a mistura e assim facilitar a partida do motor.