Atualizado em: 12 setembro 2012

Diferença entre Câmbio Automático e Câmbio Automatizado

Você Sabia?
Que os câmbios automáticos estão entre nós desde antes da Segunda Guerra, enquanto os automatizados são um pouco mais recentes, embora também já possuam um bom histórico.

Veja quais são as diferenças entre o Cambio Automático e o Automatizado.

Com os sistemas de transmissões veiculares cada vez mais aprimorados, a cada ano surgem novos modelos de passagem de marchas. Desde o já conhecido e tradicional câmbio manual, muitos aprimoramentos foram realizados para facilitar, e dar a tão sonhada comodidade ao motorista, que por muitas vezes enfrentam longas filas de trânsito, o que provoca um cansaço excessivo nas pernas, e até um desvio de foco de direção.

Nessa linha surgiram então, os câmbios automáticos, um sistema que exclui a embreagem, e inclui um sistema na transmissão, conhecido como ”dramático”, onde a posição do câmbio só é alterada no caso da marcha ré. Todo o processo de passagens de estágios, praticamente não é sentido pelo motorista, tendo o carro uma aceleração quase que contínua.

publicidade:

Para os fãs das trocas de marchas, que sentem o prazer de fazer uma redução, jogar mais potência no motor, mas sem aquela dificuldade que alguns veículos apresentam, como câmbio emperrado, de difícil passagem, os sistemas manuais foram modificados em carros da nova geração, onde algumas opções já saem de fábrica com o câmbio automatizado.

Câmbio Automático

Com uma peça chamada conversor de torque, as marchas são trocadas totalmente sem auxílio do motorista, que tem somente o trabalho de acelerar e frear o carro.

Prós

  • As saídas dos carros não tem as famosas engasgadas, algo que pode acontecer no automatizado;
  • Com maiores evoluções e opções para a época, com o câmbio em posição D (Dramático), o veículo não desce em ladeiras;
  • Acelerações mais tranquilas, e que atende todas as necessidades dos motoristas, tanto para fazer uma ultrapassagem, quanto em uma redução.

Contra

  • Valor alto no mercado, o que encarece ainda mais o veículo, devido seu total sistema sofisticado;
  • Consumo maior de combustível;
  • Manutenção com valores altos;

Câmbio Automatizado

Com praticamente as mesmas peças do sistema manual de transmissão, como a embreagem, esse modelo de câmbio trabalha pelo motorista, na ação de pisar na embreagem, e nas trocas de marchas.

Prós

  • Valor do câmbio é menor que o automático;
  • Manutenção de menor custo também, pouco acima apenas do sistema manual;
  • Potência maior quanto ao automático.

Contra

  • Sistema D (Dramático) do câmbio, não segura o carro em uma ladeira;
  • Nas passagens de marchas o motorista deve tirar o pé do acelerador, para que o carro não sofra trancos;
  • Apesar de uma manutenção mais barata, nem todas oficinas possuem mão de obra qualificada para trabalhar com esse câmbio.

Vídeo sobre Cambio Automático e Automatizado

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook